Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Tolkien

Família de Tolkien desaprova cinebiografia com Nicholas Hoult

0

Nicholas Hoult em cena de ‘Tolkien’, cinebiografia do autor de ‘O Senhor dos Anéis’ (//Divulgação)

Grupo que administra o legado do autor publicou um comunicado esclarecendo que não participou da produção de nenhuma forma

Publicado na Veja

O filme Tolkien, que contará a história do criador de O Senhor dos Anéis, O Hobbit e de todo o idioma élfico contido nessas obras, não terá o apoio da família do autor, segundo informou o jornal britânico The Guardian.

Na manhã da terça-feira, 23, o Tolkien Estate, grupo que administra o legado e os direitos autorais de J.R.R. Tolkien, divulgou um comunicado informando à imprensa que não participou da elaboração da cinebiografia e que, portanto, não aprova a produção.

“A família de J.R.R. Tolkien e o Tolkien Estate estão cientes do longa-metragem da Fox Searchlight intitulado Tolkien, que será lançado em maio de 2019, e querem deixar claro que não aprovam, autorizam ou tiveram participação na realização desse filme”, diz a nota, reforçando que o grupo “não endossa a obra ou seu conteúdo de nenhuma forma”. Apesar disso, um representante da família informou ao jornal que o órgão não pretende tomar medidas legais.

O longa, previsto para estrear no dia 23 de maio no Brasil, traz Nicholas Hoult (Mad Max: Estrada da Fúria e X-Men: Primeira Classe) no papel principal e narra sua relação com um grupo de amigos, a que chama de “Sociedade” (como os protagonistas do primeiro livro da trilogia O Senhor dos Anéis), mostrando seus estudos no campo de linguística e o eventual envolvimento de todos eles na I Guerra Mundial, evento que marcaria para sempre a vida e a literatura de Tolkien.

Escritores da série de TV ‘O Senhor dos Anéis’ são protegidos por seguranças na Amazon

0

Esquema de segurança tenta impedir que os fãs descubram o que vai acontecer na primeira temporada da franquia baseada nos livros de J.R.R. Tolkien

Publicado na Época Negócios

A nova série de TV “O Senhor dos Anéis”, produzida pela Amazon, está sendo mantida a sete chaves — a proteção inclui guardas e um sistema de leitor biométrico. Tamanho cuidado com a segurança serve para impedir que os fãs descubram o que vai acontecer nos episódios da franquia baseada nos livros do escritor britânico J. R. R. Tolkien.

Em entrevista ao The Hollywood Reporter, a diretora do Amazon Studios, Jennifer Salke, afirmou que a primeira temporadora do LotR TV — como a série será chamada — “está mais isolada do mundo do que o personagem Gollum em sua caverna.”

Segundo a executiva, foi agendada uma reunião entre ela, o CEO da Amazon, Jeff Bezos, o vice-presidente sênior de desenvolvimento de negócios, Jeff Blackburn, e alguns integrantes da empresa em Nova York (EUA) para “apresentar um pouco da arte e do trabalho criativo da série, que ainda não foram mostrados ao mundo.”

Jennifer acrescentou que a sala onde os escritores estão trabalhando é trancada com chave e monitorada por seguranças do lado de fora, além de possuir sistema de segurança por biometria. “Há uma fantástica sala de escritores trabalhando a sete chaves. A equipe está produzindo um material realmente bom. Há um guarda que fica do lado de fora, e você tem que passar por um sistema biométrico para entrar lá, porque o trabalho realizado na sala envolve toda a temporada da série”, disse ao site.

O sigilo em relação às produções de filmes e séries de TV de grande orçamento não é novidade. O elenco de Game of Thrones, da HBO, supostamente tem que lidar com cenas falsas e scripts digitais que desaparecem após as filmagens. A estrela da série, Sophie Turner, disse ao GizModo que a HBO teria algum tipo de dispositivo para derrubar drones que tentavam monitorar as filmagens.

Aos fãs da trilogia de J.R.R. Tolkien, resta apenas ter paciência e continuar relendo os livros até a exibição da série – ainda sem data confirmada de lançamento.

O Senhor dos Anéis | Conheça o anel que levou Tolkien a criar o Um Anel

0

Matheus Fragata, em Nos Bastidores

Pouca gente pode saber, mas a mitologia de O Senhor dos Anéis tem grandes fundamentos e inspirações na realidade e na nossa história medieval.

Celebrando o aniversário do escritor da franquia, J.R.R. Tolkien, o British Museum postou uma homenagem comentando sobre o anel que inspirou o autor a criar o Um Anel em sua fantasia.

O anel está exposto no acervo do museu:

“J.R.R. Tolkien nasceu no dia 03 de janeiro de 1892. Os livros dele se inspiraram nos anglo-saxões, como na inscrição nesse misterioso anel de ouro.”

O anel é datado de algum momento entre o século VIII e X d.C. Até hoje, ninguém descobriu o que as inscrições significam. Ele está no catálogo do museu desde 1817 e uma peça parecida foi encontrada anos depois em Bramham Moor, no norte da Inglaterra.

Curioso, não?

Por enquanto, a próxima aventura com a saga virá com a série da Amazon prevista para 2020.

Game of Thrones: George R.R. Martin explica como O Senhor dos Anéis inspirou as mortes da série

0

Autor contou como a clássica trilogia de Tolkien o impactou durante a adolescência.

Laysa Zanetti, no Omelete

“Se você é uma das seis pessoas do mundo que ainda não leram O Senhor dos Anéis, o que você está esperando?”

Fã confesso e convicto de J.R.R. Tolkien, o autor George R.R. Martin já confirmou mais de uma vez que a clássica trilogia do anel foi uma de suas maiores inspirações para escrever “As Crônicas de Gelo e Fogo”, obra que inspira a série Game of Thrones. Agora, Martin conta qual momento específico fez com que fosse tão fácil para ele matar personagens no mesmo ritmo em que bebemos água.

Em entrevista concedida à rede americana PBS, o escritor falou sobre o momento em que descobriu os livros de Tolkien, aos 13 anos. Ele cita a morte de Gandalf (ops, spoiler?) como um dos mais impactantes para ele à época.

“A maior invenção de Tolkien foram os personagens que lidam com a tentação do anel e o que fazer com ele. Todos eles estão em uma batalha dentro de de seus corações, que podem se ambientar em qualquer tempo e época da História do mundo”, compartilhou.

“E então Gandalf morre! Eu não consigo explicar o impacto que isso causou em mim aos 13 anos. Você não pode matar o Gandalf! Conan não morreu nos livros de Conan. Sabe? Tolkien simplesmente quebrou esta regra, e eu o amo por isso.”

Soa familiar?

Ned Stark

“No momento em que você mata o Gandalf, o suspense de tudo o que se segue é mil vezes maior. Porque, agora, qualquer um pode morrer!”

Hum…

Catelyn e Robb Stark

“É claro, isso causou um grande efeito na minha própria disposição de matar persoangens em um piscar de olhos.”

Entendemos, Martin, entendemos.

Ainda que O Senhor dos Anéis seja um clássico que inspirou dezenas de outras obras, a morte de Ned Stark na primeira temporada de Game of Thrones foi um marco na TV — tratava-se, afinal, do anunciado protagonista da série, morto na primeira temporada, e retirando toda a história do rumo tradicional que poderia ser imaginado. O fator suspresa, inclusive, foi um grande atrativo de audiência para a adaptação televisiva de As Crônicas, que chegará ao fim em 2019 com sua oitava temporada.

Enquanto isso, os leitores aguardam pelo lançamento do sexto livro da saga, “The Winds of Winter”. Ainda neste ano, chega às livrarias a primeira parte do livro “Fire & Blood”, que contará toda a história do reinado dos Targaryen, explicada brevemente no livro “O Mundo de Gelo & Fogo”.

Confira a entrevista abaixo.

Obras de J. R. R. Tolkien têm nova editora: a HarperCollins Brasil

0

Livros inéditos no Brasil do autor de ‘O Senhor dos Anéis’ começam a ser publicados ainda em 2018

Guilherme Sobota, no Estadão

As obras de J.R.R. Tolkien ganham uma nova editora no País: a HarperCollins Brasil vai publicar os trabalhos do autor de O Senhor dos Anéis, a começar por um título inédito no País. Beren e Lúthien deve sair em novembro.

Segundo um comunicado divulgado nesta segunda-feira, 12, a editora pretende reposicionar a obra do autor britânico no mercado brasileiro, com um “trabalho forte de distribuição” e evidência a outros trabalhos além da trilogia original de O Senhor dos Anéis.

The History of Middle-Earth, que numa edição recente nos EUA tem 5,3 mil páginas, também será editado por aqui, pela primeira vez.

J. R. R. Tolkien (1892-1973). Foto: The Granger Collection

“Em outros países, particularmente na Europa e nos Estados Unidos, a obra de Tolkien tem status de literatura canônica. Queremos estender essa percepção ao Brasil, e isso passa por uma revisão dos critérios editoriais, divulgação, marketing e até tradução”, explica, na nota, o diretor editorial da HarperCollins Brasil, Omar de Souza.

Segundo a editora, a negociação com os herdeiros levou mais de um ano.

Samuel Coto, gerente editorial na HarperCollins Brasil, será o responsável pela edição de J.R.R. Tolkien na editora.

“Fui criado lendo a obra de Tolkien, sempre fui fascinado por seu universo mitológico”, diz, no comunicado enviado nesta segunda. “Mais que uma responsabilidade, editar sua obra é uma espécie de realização de um sonho. Como editor, terei a oportunidade de dar ao Legendarium, e a outros títulos além da mitologia principal, o tratamento editorial esperado por fãs como eu.”

Go to Top