Contando e Cantando (Volume 2)

Posts tagged Tribuna

Unesp lança e-book gratuito com análise da obra de Hilda Hilst

0

Publicado na Tribuna do Norte

A editora Unesp (Universidade Estadual Paulista) está disponibilizando gratuitamente o e-book ‘Hilda Hilst e o seu pendulear’, onde a professora Nilze Maria de Azeredo Reguera  procura decifrar criticamente uma das obras mais densas e radicais da escritora paulista Hilda Hilst, os cinco textos em prosa reunidos no livro Fluxo-floema, publicado pela primeira vez em 1970.

A autora parte do princípio de que o livro delineia um movimento de oscilação da artista, que tanto colocaria em cena quanto a problematizaria a tradição modernista de que ela foi herdeira, por meio de um questionamento implacável das utopias e do lugar que supostamente caberia ao artista ocupar no final do século 20, em um contexto de opressão.

A leitura de cada um dos cinco textos de Fluxo-floema é feita a partir da observação atenta dos procedimentos técnicos empregados por Hilst, sobretudo o de alegorização, em uma abordagem que vai paulatinamente desmontando e reorganizando os textos, nos quais a linguagem é levada ao paroxismo da expressão inclusive a fim de celebrar ritualmente a multiplicidade espiritual e sensorial do ser humano.

A pesquisadora também procura situar os cinco textos dentro do conjunto da produção hilstiana, já que Fluxo-floema é um livro que dialogaria com várias outras obras da escritora. Dessa forma, Reguera obtém significados inusitados e atuais tanto do livro em questão quanto de outros trabalhos de Hilst.

Nilze Maria de Azeredo Reguera é doutora em Letras pela Unesp e pós-doutoranda pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, com especialização em Literatura.

Download gratuito
http://www.editora.unesp.br/

Estudante de jornalismo cria blog para denunciar série de furtos em universidade federal

0

Publicado por Comunique-se

Para relatar a insegurança entre professores e alunos da Universidade Fe­deral de Alagoas, o estudante de jornalismo Manuel Henrique de Oliveira criou o blog En­quanto isso, na Ufal…, onde escreve sobre furtos que ocorrem no Campus A.C. Simões, em Maceió. O fato é a manchete desta quarta-feira, 27, do site Tribuna Hoje.

Manuel Henrique divulga o blog pelas redes sociais (Imagem: Adailson Calheiros)

Manuel Henrique divulga o blog pelas redes sociais
(Imagem: Adailson Calheiros)

No ar há duas semanas, o blog registra assaltos, furtos, tiroteio e até uma tentativa de estupro que ocorreram na unidade de ensino. Manuel começou a pesquisar casos que ocorreram de 2009 até hoje. O apanhado será apresentado em uma das dis­ciplinas do curso. “Muita coisa a gente não fica sabendo”, disse o estudante ao Tribuna Hoje.

A repercussão dos casos na internet fez com que o estudante criasse uma fan page, que alcançou 1.114 curtidores e tem cerca de 400 acessos por dia. O estudante disse que as pessoas estão começando a procurá-lo para relatar os problemas do campus. “Cada vez que eu falo do blog, já vou sabendo de outros casos ai vou atrás”, comentou.

Manuel também publica no blog reportagens de di­versos veículos da imprensa sobre crimes ocorridos na Ufal e afirmou que já tem outras dez postagens em andamento.

Nívea Stelmann lançará livro para ajudar mulheres a detectarem homens problemáticos

0

Publicação terá o nome sugestivo de ‘Dedo Podre’

Publicado no Tribuna Hoje

Nívea Stelmann vai lançar um livro cem parceria om a escritora Lua Veiga.

A publicação tem o sugestivo nome de “Dedo Podre” e não é necessariamente sobre a vida da atriz.

Vai ser uma espécie de guia para ajudar as mulheres a detectarem os homens problemáticos. As informações foram divulgadas pelo colunista Léo Dias, do jornal “O Dia”, desta quinta-feira (20).

A atriz confirmou a novidade em seu Twitter nesta manhã.

“O livro meu e da Lua Veiga é inspirado em fatos reais. Não citaremos nomes e não serão abordados fatos que todo mundo já conhece. Portanto não será preciso que ninguém lembre do meu passado. Não é um livro pra falar de câncer. Ao contrário. É um livro divertido, que fala da vida, de coisas cotidianas que todos já viveram. Homens e mulheres já tiveram ‘dedo podre'”, afirmou Nívea.

 

Escritor espanhol diz que Igreja ‘mente muito’ sobre a vida Jesus

4

O escritor espanhol J.J. Benítez
Foto: Divulgação

Publicado originalmente no Tribuna Hoje

O escritor e jornalista espanhol J.J. Benítez, autor da célebre saga literária Cavalo de Troia, disse, nesta quarta-feira (31), em São Paulo, que a Igreja “mente muito” sobre a vida de Jesus, além de ter enterrado sua autêntica mensagem de igualdade entre os seres humanos.

Em declarações à Agência Efe, o escritor, que autografou exemplares de suas obras em uma livraria de São Paulo, explicou como uma leitora se aproximou a ele lhe disse que considerava que a Igreja mentia um pouco, observação à qual Benítez respondeu que, na realidade, “mente muito”. “A Igreja mente, manipula e censura”, disse o escritor ao referir-se às dúvidas sobre a autenticidade da autoria dos evangelhos.

Em sua opinião, desconhece-se com clareza como eles foram escritos e destacou a possibilidade de diferentes pessoas ao longo da história terem modificado os fatos da vida de Jesus a partir de notas de algum dos evangelistas.

Além disso, Benítez considera que o sucesso de seus livros está no fato de oferecerem um tratamento da figura de Jesus como um ser “próximo” e lhe confere uma humanidade que a Igreja esqueceu por “ignorância ou por interesse”.

Ele também disse que a autêntica mensagem de Jesus, que todos os seres humanos são filhos de Deus e iguais entre si, foi “enterrada” pelos padres da Igreja. “Estamos vivendo uma falsidade histórica”, lamentou.

Autor de 55 livros, Benítez garantiu que talvez sua obra “de maior importância” seja Cavalo de Troia, fenômeno que, reconheceu, lhe entristece um pouco pelo fato de ter escrito com o mesmo empenho e amor toda sua obra. O autor passou cinco dias no país, onde visitou as cidades de Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte e, finalmente, São Paulo.

Go to Top