Assalto foi na entrada do campus da UFT em Araguaína (Foto: UFT/Divulgação)

Assalto foi na entrada do campus da UFT em Araguaína (Foto: UFT/Divulgação)

Pen drive com a versão mais atualizada do arquivo e livros emprestados de amigos foram levados com a bolsa. Jovem reclama de insegurança no campus.

Publicado no G1

A estudante de do curso de Letras, Weslane Oliveira, de 22 anos, foi assaltada na manhã desta quarta-feira (16) quando chegava a Universidade Federal do Tocantins, em Araguaína, para assistir aula. A jovem teve uma bolsa levada pelo ladrão. Dentro estava um pen drive que tinha a versão mais atualizada do Trabalho de Conclusão de Curso dela e também livros que foram emprestados por amigos para a monografia.

Weslane contou que o homem fingiu falar ao celular próximo a um dos portões da UFT e que apontou uma arma para ela durante o crime. Ela tentou correr para dentro do campus, mas o portão mais próximo estava fechado e ela não conseguiu fugir.

Apesar do susto, a jovem não ficou ferida no assalto. Ela perdeu um capítulo inteiro da monografia, cerca de 10 páginas, que estava salvo no pen drive. A apresentação dela está marcada para outubro. Ela reclama da insegurança e diz que já houve outros assaltos na região.

“Ontem, por volta das 18h30, uma outra aluna foi assaltada, e parece que pela terceira vez, já chegando na UFT. Não tem nada de policiamento lá e não tem como correr também. Poderia ter sido outro aluno, que leva Notebook, celular e outras coisas de valor nas bolsas. Como eu já tenho bastante medo, não levo.”, contou.

O G1 entrou em contato com a UFT para perguntar sobre a segurança no campus e sobre o portão que estava trancado. Em nota, a instituição disse que até o momento não recebeu nenhuma informação oficial sobre o ocorrido. “A instituição está apurando com detalhes o suposto ocorrido para então tomar as devidas providências. “