Contando e Cantando (Volume 2)

Posts tagged Uma Marca

Grupo americano dono da Anhembi Morumbi compra a FMU

0

Rede Laureate negociava compra havia um ano. Valor pode ter chegado a 1 bilhão de reais

Aula de microbiologia na FMU (Divulgação)

Aula de microbiologia na FMU (Divulgação)

Publicado por Veja

Uma das instituições de ensino superior privado mais cobiçadas do mercado, a paulistana FMU, foi vendida para a rede americana Laureate, que já é dona da Anhembi Morumbi. O negócio, estimado em 1 bilhão de reais, vinha sendo costurado havia quase um ano e foi confirmado nesta sexta-feira pela FMU. É a maior transação feita no setor desde a fusão que criou, em abril, o maior grupo de educação superior do mundo, com a união de Kroton e Anhanguera.

Fundada em 1968 pelo advogado Edevaldo Alves da Silva, a FMU tem cerca de 90 000 alunos e faturamento bruto estimado para este ano de 450 milhões de reais. Embora não esteja no topo do ranking das maiores instituições privadas do país, a FMU sempre despertou o interesse dos concorrentes por ser uma marca forte no mercado de educação. Ela tem em torno de 40 prédios só na cidade de São Paulo.

Em 2008, a instituição começou uma guinada. Os donos contrataram um grupo de executivos da concorrente Uninove, entre eles Arthur Sperandéo de Macedo, para promover uma reestruturação que tirasse a rede da estagnação. A FMU, que tinha como carro-chefe o curso de direito e foi criada para atender o público das classes A e B, decidiu reduzir o preço das mensalidades em 25% para atrair alunos com renda mais baixa.

A empresa, que antes disputava universitários com instituições como PUC e Mackenzie, passou a concorrer diretamente com redes mais populares, como a Anhanguera. “Isso deixou a empresa ainda mais interessante”, disse um executivo do setor. O problema é que o dono não tinha interesse de vender. “O professor Edevaldo fazia questão de dizer que não queria se desfazer do negócio”, disse um ex-funcionário da FMU. “Mas os filhos queriam e acabaram convencendo o pai.”

A venda para a Laureate inclui todas as unidades da FMU em São Paulo: Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU), Faculdades Integradas de São Paulo (Fisp) e Fiam-Faam Centro Universitário. A aquisição não envolve o Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), no qual o fundador tem 50% de participação. Segundo fontes do mercado, outro potencial comprador que chegou a sondar a FMU foi o americano Apollo Group. Há anos, a empresa tem tentado entrar no Brasil, sem sucesso.

Essa é a 12ª aquisição da Laureate no Brasil. Os americanos entraram no país em 2005, comprando uma fatia da Anhembi Morumbi, do professor Gabriel Rodrigues. O negócio é visto no setor como um dos primeiros na onda de consolidação que tomou conta do segmento de ensino superior privado no Brasil nos últimos anos — capitaneada por empresas controladas por fundos de private equity. A própria Laureate, com 750.000 alunos em 29 países, tem entre seus sócios o fundo de investimento americano KKR.

Embora seja mais lenta do que as concorrentes no processo de consolidação, a Laureate já adquiriu 11 instituições de ensino superior em oito estados do país, entre elas a Business School São Paulo e a Universidade de Salvador. Só na expansão da Anhembi os americanos investiram 120 milhões de reais.

No início deste ano, a Laureate passou a deter 100% do capital da Anhembi Morumbi (até então, ela tinha apenas 51%). Na época, o presidente da Laureate Brasil, José Roberto Loureiro afirmou que novas aquisições estavam nos planos da companhia. O executivo destacou que a estratégia era buscar escolas de boa reputação em suas regiões.

Com a aquisição da FMU pela Laureate, reduzem-se as opções de grandes empresas de educação que ainda não foram compradas pelas principais consolidadoras do setor. A São Judas, também de São Paulo, é uma das mais assediadas pelos concorrentes, junto com Unip e Uninove.

4 metas que os professores devem estabelecer

0

Quer ser um professor melhor e estimular o aprendizado na sala de aula? Confira 4 metas que os professores devem estabelecer todos os anos

Publicado por Universia

Crédito: Shutterstock.com

Crédito: Shutterstock.com

Professores memoráveis são aqueles que conseguem transmitir o conteúdo da sua própria forma

Estimular o aprendizado é o maior objetivo dos professores, que sabem que seu dever é ensinar os estudantes até que eles consigam aprender por si só. Claro que essa tarefa nem sempre é fácil, mas existem algumas dicas que podem ajudar você a se tornar um professor cada vez melhor.

Confira 4 metas que os professores devem estabelecer:

1. Improvisar deveres de casa
Deveres de casa são como um fardo na vida dos estudantes. Por isso, você pode começar a improvisar as lições para que elas sejam mais divertidas de fazer. Encoraje o uso das redes sociais e ferramentas online para realizar os trabalhos e peça para eles fazerem apresentações divertidas que expliquem o conteúdo.

2. Organizar-se efetivamente
Uma boa aula é planejada e organizada previamente. Tente montar um plano de aulas para todo o mês, sabendo exatamente o que será tratado em cada uma delas. Dessa forma, os seus estudantes também poderão organizar o seu próprio material.

3. Engajar os estudantes
Essa é uma das tarefas mais difíceis que os professores enfrentam. Para engajar os seus estudantes, você terá que ser criativo. Aproxime o conteúdo do cotidiano dos alunos, assim eles saberão por que é importante prestar atenção nas aulas e se interessarão mais pela sua disciplina.

4. Personalize o aprendizado
Professores memoráveis são aqueles que conseguem transmitir o conteúdo da sua forma, com uma marca registrada. O que torna a sua matéria mais fácil de ser ensinada e como você pode ajudar os estudantes a memorizá-la? Pense nisso antes de entrar em cada aula.

Livraria em Buenos Aires está entre as mais belas do mundo

0
A Livraria El Ateneo já abrigou um teatro de ópera (o Gran Splendid) e um cinema Foto: Radioher / Creative Commons

A Livraria El Ateneo já abrigou um teatro de ópera (o Gran Splendid) e um cinema
Foto: Radioher / Creative Commons

Publicado por Vida e Estilo

As livrarias são uma marca registrada da capital argentina. Distribuídas pela cidade, sejam elas pequenas ou grandes, atraem diariamente nativos e turistas em busca de um bom lugar sentar, beber um café e ler. Abaixo, confira cinco interessantes opções para se visitar.

El Ateneo Gran Splendid
A mais famosa livraria de Buenos Aires – e uma das mais importantes do mundo, de acordo com pesquisa do jornal britânico “The Gardian” – já abrigou um teatro de ópera (o Gran Splendid) e um cinema. Atualmente conta com mais de 120 mil livros em suas prateleiras, um bar e um café, este último localizado no palco do antigo teatro. Definitivamente, um ponto turístico da capital portenha. Endereço: avenida Santa Fé, 1860, Centro. Tel.: 00xx 54 11 4813.6052

Clássica y Moderna
A impressão é de estar em um café, mas trata-se de uma livraria requintada de Buenos Aires, digna de premiações do governo local, como a Medalha do Bicentenário, dada pela difusão, promoção e defesa do livro e da leitura. Conta com um restaurante e eventuais shows de tango e jazz. Endereço: rua Callao, 892, Recoleta. Tel.: 00xx 54 11 4812.8707

Walrus Books
Pequena e agradável livraria dedicada a livros em inglês. O dono, Geoffry, professor de inglês no Estados Unidos, se mudou para a Argentina depois de se apaixonar por Josefina, sua esposa. Nas prateleiras estão mais de 6 mil livros de diferentes temas, como literatura, história argentina e da América Latina, e poemas. Endereço: rua Estados Unidos, 617, San Telmo. Tel.: 00xx 54 11 4300.7135

Eterna Cadencia
Fundada em agosto de 2008, reúne obras de literatura nacional e internacional. Além produzir os próprios livros e de ser bem decorada, possui um aconchegante pátio (transformado em café) e um terraço que serve de ponto de encontro em eventos literários. Endereço: rua Honduras, 5574, Palermo. Tel.: 00xx 54 11 4774.4100

Boutique Del Libro
Se divide entre livraria e café. A boa notícia é que conta com os melhores livros das editoras locais, além de ceder espaço para eventos e lançamentos. A má notícia é que, na maioria das vezes, está lotada. Endereço: rua Thames, 1762, Palermo. Tel.: 00xx 54 11 4833.6637

Go to Top