Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged venda

Após polêmica sobre gênero, editora suspende livro e vai revisar conteúdo ‘mais fácil’ para meninas

0

rr

Editora Porto foi acusada nas redes sociais de propor desafios mais fáceis para meninas em livro de atividades. Governo anunciou que iria analisar conteúdo.

Publicado no G1

Acusada de promover tratamento desigual para meninos e meninas em Portugal, a Editora Porto anunciou nesta quarta-feira (23) que vai suspender a venda das suas obras infantis criticadas e trabalhar junto com a “Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Gênero” para adequar o conteúdo. As obras tinham sido lançadas em julho de 2016.

A polêmica ocorreu com os livros da série “Bloco de Atividades”, da Editora Porto, de Portugal. As obras apresentam desafios lógicos em livros específicos para meninos e para meninas. Coletivos feministas alertaram para que havia diferença de tratamento entre os gêneros, e ilustraram a acusação apontando um labirinto mais complexo para meninos e outro, mais fácil, que constava no livro para meninas.

O coletivo Capazes analisou a publicação como sexista. “Para as mentes brilhantes que o pensaram, meninas e meninos não podem realizar as mesmas atividades e para abrilhantar a coisa, as tarefas das meninas envolvem princesas à procura de coroas em labirintos básicos… já as dos meninos convocam marinheiros à procura de barcos em labirintos mais complexos. Tudo devidamente classificado com Azul e Cor-de-Rosa para que não exista qualquer confusão de gênero!”, escreveu o grupo no Facebook.

A Comissão para a Cidadania e Igualdade de Gênero (CIG) criticou a editora. “Esta editora, ao optar por lançar duas publicações com atividades que diferenciam cores, temas e grau de dificuldade para rapazes e raparigas, acentua estereótipos de gênero que estão na base de desigualdades profundas dos papéis sociais das mulheres e dos homens.”

Exemplo de atividade utilizada pela Editora Porto para negar tratamento desigual entre meninos e meninas (Foto: Divulgação)

Exemplo de atividade utilizada pela Editora Porto para negar tratamento desigual entre meninos e meninas (Foto: Divulgação)

Em nota no Facebook, a editora anunciou a decisão. “A Porto Editora acolhe a proposta da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Gênero para trabalhar em conjunto com as autoras dos blocos de atividades que originaram a polêmica, no sentido de rever os exercícios que possam ser considerados discriminatórios ou desadequados. Para tal, a Porto Editora vai sugerir o agendamento de uma reunião de trabalho com a brevidade possível. Entretanto, a Porto Editora já suspendeu a venda destes livros e vai transmitir às livrarias e demais pontos de venda essa indicação.”

Editora nega discriminação e preconceito

Na terça-feira (22), antes de suspender a venda das obras, a editora negou discriminação e preconceito. “Discriminação e preconceito nas nossas edições? Não, de todo”, defendeu-se a editora. A empresa diz que a diferença está na ilustração e na abordagem. “Em ambas as edições são trabalhadas as mesmas competências, na mesma sequência e com exercícios semelhantes. A diferença está na ilustração e na abordagem artística que as diferentes ilustradoras fizeram. E se há um exemplo em que o exercício no caso das meninas é aparentemente mais fácil, há vários outros em que os exercícios são aparentemente mais difíceis, como se pode ver nas imagens que acompanham este texto.”

Flip 2017: venda de lote extra de ingressos abre na sexta-feira

0
greja Matriz em Paraty, que vai receber os debates da programação principal da Flip 2017 - Divulgação

Igreja Matriz em Paraty, que vai receber os debates da programação principal da Flip 2017 – Divulgação

 

No mês passado, entradas para a programação principal se esgotaram em poucas horas

Publicado em O Globo

RIO – RIO – A venda do lote extra de ingressos para a programação principal da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) será aberta na próxima sexta-feira, a partir das 10h. No mês passado, as entradas se esgotaram em poucas horas.

Os ingressos podem ser comprados pela internet, no site da Ticket for Fun, ou nos pontos de venda autorizados. Os preços são de R$ 55 (inteira) e R$ 27,50 (meia) por mesa. A venda é limitada a duas entradas por CPF para cada mesa.Flip 2017: venda de lote extra de ingressos abre na sexta-feira.

Neste ano, a programação principal, que tradicionalmente ocupava a Tenda dos Autores, será levada para a Igreja Matriz Nossa Senhora dos Remédios, na Praça da Matriz. A capacidade do rebatizado Auditório Matriz será de 450 lugares, cerca de 50% a menos do em edições anteriores. Em compensação, haverá 700 lugares cobertos gratuitos no Auditório da Praça, onde haverá transmissão pelo telão.

Entre os nomes confirmados nesta Flip estão a escritora Conceição Evaristo, o ator Lázaro Ramos, o jamaicano Marlon James, o escritor Alberto Mussa, a crítica Beatriz Resende e a historiadora Lilia Moritz Schwarcz, autora de recém-lançada biografia de Lima Barreto.

Nova edição do livro ‘Animais Fantásticos’ será lançada em março

0

‘Animais Fantásticos e Onde Habitam’ ganhará uma versão atualizada no dia 14 de março e com seis novos bichos

Publicado no UAI

O livro e o filme Animais Fantásticos e Onde Habitam fizeram grande sucesso em 2016, e os fãs já podem comemorar mais uma novidade. O site Pottermore revelou nesta quinta-feira, 5, que o livro ganhará uma nova edição, que será lançado no dia 14 de março.

(foto: Divulgação)

(foto: Divulgação)

 

A versão atualizada contará com seis novos bichos e também terá um novo prefácio “escrito” pelo personagem Newt Scamander, interpretado por Eddie Redmayne nos cinemas, sobre as espécies fantásticas que habitam o universo de Harry Potter.

O livro contará com novas ilustrações feita por Tomislav Tomic e uma nova capa por Olly Moss, que desenhou as sete novas capas dos ebooks da saga de Potter. Os lucros da venda serão revertidos para instituições de caridade. O livro estará a venda em formato impresso e digital. Ainda não há previsão do lançamento no Brasil.

Animais Fantásticos e Onde Habitam foi publicado originalmente em 2001 e a nova versão vai atualizar a história com eventos novos que estão presentes no filme.

Aos 8 anos, Joana vende os livros em parques e praças para comprar novos

0
Joana tem oito ano e está vendendo os livros para comprar novos (Foto: Fernando Antunes)

Joana tem oito ano e está vendendo os livros para comprar novos (Foto: Fernando Antunes)

 

Naiane Mesquita, no Campo Grande News

Aos oito anos de idade Joana tem um jeitinho todo manhoso de falar. Como quase toda criança da sua idade é fã da atriz Larissa Manoela e adora Carrossel. Mas, longe de ser uma admiradora exclusiva de televisão, ela faz questão de manter outra paixão bem viva. De gibis a livros de terror, tudo passa pelos olhinhos espertos dela, que para manter vivo esse amor decidiu abrir o porta-malas do carro e vender as antigas companhias por novas publicações.

“Eu que tive a ideia. Contei para o meu pai e ele foi me falando o preço que eu tinha que por nos livros”, explica Joana.

Joana e seus primeiros clientes (Foto: Fernando Antunes)

Joana e seus primeiros clientes (Foto: Fernando Antunes)

Na lista de livros tem de tudo. “Gosto de ler conto de fadas, história de princesa, aventura, terror, gibi da Mônica, Magali, Chico Bento, Gasparzinho, Riquinho”, conta a pequena, que desde os seis aninhos mantém o hábito.

Para vender os livros, Joana teve a ajuda do tio Renato, que topou emprestar o porta-malas do carro e abrir no Parque das Nações Indígenas. A garotinha foi no sábado e domingo. No final da tarde ainda quis tentar o negócio na Praça do Peixe, no bairro Vilas Boas, onde ela mora.

“Ela é surpreendente”, afirma a mãe coruja, Karen Gonçalves de Campos, 35 anos. “Meu carro está batido, fiquei sem, então o tio dela emprestou o dele para ir ao parque. Todo mundo achou demais, chamou a atenção de quem estava passando. Eu só fiquei sabendo depois que eles foram, vou confessar que estou emocionada”, conta.

Toda séria arrumando a banquinha que montou na Praça do Peixe (Foto: Fernando Antunes)

Toda séria arrumando a banquinha que montou na Praça do Peixe (Foto: Fernando Antunes)

 

Segundo a mãe, Joana sempre adorou ler, é uma daquelas garotinhas que sempre está com um livro embaixo do braço. Nos aniversários dos coleguinhas ao invés de comprar brinquedos, ela embrulha algum que goste bastante. “Ela é demais, acontece de forma natural. Sempre embala um livro e leva para o amiguinho de presente. É o jeitinho dela”, descreve.

A única surpresa foi a ideia da venda. “Não sei como ela pensou nisso. Eu nessa correria toda só fiquei sabendo depois e estou morrendo de orgulho, extasiada”, diz a mãe, toda feliz.

Casa do Harry Potter, em Londres, está à venda por quase R$ 2 milhões

0

casa-harry-potter

Diferentemente das outras locações dos filmes e dos livros, a residência existe de fato. O imóvel fica em Martins Heron, em Bracknell, cidade do Reino Unido

Leticia Carvalho no Metropoles

Estudar em Hogwarts, atravessar o Beco Diagonal e beber uma cerveja amanteigada. Todo fã de Harry Potter já sonhou em fazer alguma dessas atividades. E morar na casa dos tios do bruxo? Diferentemente das outras locações, a residência existe de fato e está à venda. O imóvel – que no livro fica na Rua dos Alfeneiros, nº 4, em Little Whinging –, na verdade, está situado em Martins Heron, em Bracknell, cidade do Reino Unido.

casa-harry-potter-2

Para ter a experiência de morar na casa onde Harry recebeu a carta de aceitação em Hogwarts, no entanto, é preciso desembolsar £475 mil libras (algo em torno de R$ 2.031.218, na cotação atual). Se a poupança não está tão grande assim, dá para matar a saudade do bruxo nos filmes ou visitar a versão cenográfica da locação, na Warner Bros Studio Tour, em Londres.

No passeio, os visitantes têm a oportunidade de conhecer não só a Rua dos Alfeneiros, mas também todas as outras locações que habitaram o imaginário dos fãs de Harry Potter ao longo dos últimos anos.

Go to Top