Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged VENDIDOS

Os 12 livros mais vendidos da história

0

Carlos Willian Leite, na Revista Bula

Em 2012 a Revista Bula publicou o primeiro levantamento sobre os dez livros literários mais vendidos da história, em 2015 repetimos o levantamento utilizando os mesmos critérios do levantamento anterior — pouco se alterou em relação ao resultado de três anos antes: apenas a inversão na ordem de alguns dos livros mais vendidos e a inclusão de dois novos títulos à lista. A metodologia para se chegar ao resultado foi a mesma utilizada em 2012: consultamos reportagens, entidades editoriais, empresas de pesquisas de mercado e publicações especializadas. Livros religiosos, políticos, educacionais e de curiosidades como: “Bíblia Sagrada”, “Iluminatti: Sociedade Secreta”, “Corão”, “Dicionário Xinhua Zidian”, “A Arte da Guerra” e “Livro Guiness dos Recordes” não foram contabilizados, apenas livros literários.

Participaram do levantamento as publicações: “The Paris Review”, “Washington Post”, “Open Culture”, “The Guardian”, “Telegraph”, “Toronto Star”, “New York Times”, “Global Times”, “Financial Times”; as entidades editoriais International Publishers Association (IPA), European and International Booksellers Federation (EIBF) e International Federation of Library Associations and Institutions (IFLA); e as empresas de auditagem e pesquisas de mercado Nielsen e a GfK.

Os livros, “Cinquenta Tons de Cinza” e “O Senhor dos Anéis”, apesar de terem sido publicados em mais de um volume — foram considerados como um livro único — porque, originalmente, seus autores os conceberam como obra única, diferentemente da série Harry Potter.

Embora não exista concordância sobre os números exatos do mercado de livros ao longo dos séculos, os levantamentos das publicações, instituições e empresas mencionadas, parecem ser o que mais se aproximam do consenso editorial.

Harry-Potter-e-a-Pedra-Filosofal

1 — Harry Potter e a Pedra Filosofal
(J.K. Rowling)
Publicado em 1997, “Harry Potter e a Pedra Filosofal” é o primeiro volume da série Harry Potter, da britânica J. K. Rowling. O livro narra a história de um garoto órfão que vive infeliz com seus tios. Até que, repentinamente, ele recebe uma carta contendo um convite para ingressar em uma famosa escola especializada em formar jovens bruxos. Estima-se que tenha vendido entre 850 e 950 milhões de cópias.

Dom-Quixote

2 — Dom Quixote
(Miguel de Cervantes)

Publicado em Madrid em 1605, “Dom Quixote”, de Miguel de Cervantes, é composto de 126 capítulos, divididos em duas partes. O livro narra a história de Dom Quixote de La Mancha, um cavaleiro errante que perdeu a razão e, junto com seu fiel escudeiro Sancho Pança, vive lutas imaginárias. Estima-se que tenha vendido entre 600 e 630 milhões de cópias.

O-Conde-de-Monte-Cristo

3 — O Conde de Monte Cristo
(Alexandre Dumas)

Publicado em 1844, “O Conde de Monte Cristo é, juntamente com “Os Três Mosqueteiros”, a obra mais conhecida de Alexandre Dumas e uma das mais celebradas da literatura universal. O livro narra a história de um marinheiro que foi preso injustamente. Quando escapa da prisão, e toma posse de uma misteriosa fortuna e arma uma plano para vingar-se daqueles que o prenderam. Estima-se que tenha vendido entre 300 e 350 milhões de cópias.

Um-Conto-de-Duas-Cidades

4 — Um Conto de Duas Cidades
(Charles Dickens)

Publicado em 1859, “Um Conto de Duas Cidades”, de Charles Dickens, é um romance histórico que trata de temas como culpa, vergonha e retribuição. O livro cobre o período entre 1775 e 1793, da independência americana até a Revolução Francesa. Dickens evita o posicionamento político, centrando a narrativa nas observações de cunho social. Estima-se que tenha vendido entre 280 e 300 milhões de cópias.

O-Pequeno-Príncipe

5 — O Pequeno Príncipe
(Antoine de Saint-Exupéry)

Publicado em 1943, “O Pequeno Príncipe”, de Antoine de Saint-Exupéry, é uma das obras mais traduzidas da história. Por meio de uma narrativa poética, o livro busca apresentar uma visão diferente de mundo, levando o leitor a mergulhar no próprio inconsciente. Estima-se que tenha vendido entre 250 e 270 milhões de cópias. (mais…)

10 livros mais caros já vendidos

0

Natalie Robehmed, na Forbes Brasil

Apesar de ser uma das artes de mais fácil acesso, em qualquer lugar, para qualquer um, a literatura raramente arrecada montanhas de dinheiro. Entretanto, às vezes, isso muda e a casa dos milhões é atingida com apenas um grupo. Nos últimos 31 anos, governos, bilionários e colecionadores desembolsaram enormes quantias em leilões por manuscritos raros. Ficou curioso? Conheça na galeria os 10 livros mais caros já vendidos no mundo:

10º) “First Folio de William Shakespeare” (1623)

O “First Folio” é a primeira coleção de peças teatrais de William Shakespeare e foi chamado pela casa de leilões Christie’s de “o livro mais importante da literatura inglesa”. O livro foi vendido para um comprador anônimo. Valor: US$ 8.200

1

9º) “Constituição dos Estados Unidos” (1797)

A Constituição norte-americana e outros documentos do primeiro congresso em 1789 como a Carta dos Direitos pertencem a Mount Vernon Ladies Association, uma associação sem fins lucrativos que preserva o Mount Vernon, propriedade onde viveu George Washington. Valor: US$ 10,2 mil.

1

8º) “Os Contos da Cantuária” (1387)

Escrito por Geoffrey Chaucer, o livro é supostamente o primeiro a ser impresso na Inglaterra. Valor: US$ 11.000

1

7º) “The Birds of America” (“As Aves da América” – entre 1827 e 1838)

O livro reúne centenas de ilustrações do naturalista John James Audebon e foi vendido para Michael Tollemache.Valor: US$ 12.600

1

6º) “The Rothschild Prayerbook” (1505)

O manuscrito iluminado mais caro já vendido, o “Rothschild Prayerbook” fazia parte de uma coleção confiscada pelo exército nazista em 1938.Valor: US$ 13,9 mil.

1

5º) “Bay Psalm Book” (“Livro de Salmos da Baía”, em tradução livre 1640)

Este foi o primeiro livro impresso na América do Norte. O bilionário David Rubenstein arrematou uma das 11 cópias restantes. Valor: US$ 14.500

1

4º) “St. Cuthbert Gospel” (“Evangelho de São Cuterbeto”, em tradução livre – em torno de 698)

O livro do século VII, uma cópia em latim do evangelho de João, foi encontrado junto ao corpo de São Cuteberto em eu caixão há mais de 900 anos – acredita-se que este é o livro intacto mais antigo da Europa. Hoje em dia pertence à Biblioteca Britânica. Valor: US$ 15.000

1

3º) Magna Carta (1215)

Um das 17 cópias ainda existente do documento histórico do século XIII, a Magna Carta passou de um bilionário (Ross Perot) para outro (David Rubenstein), em 2007.Valor: US$ 24,5 mil.

1

2º) “The Gospels of Henry the Lion Order of St. Benedict” (“Os Evangelhos de Henrique, o Leão”, em tradução livre – 1188)

O livro de orações encomendado pelo Duque da Saxônia Henrique, o Leão é patrimônio do governo alemão. Valor: US$ 28.000

1

1º) “Codex Leicester Leonardo da Vinci” (entre 1508 e 1510)

O bilionário Bill Gates é o proprietário do livro de desenhos científicos de Leonardo da Vinci. Valor: US$ 49.400

1

Go to Top