Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged viciado em livros

Cantinho da leitura: veja dicas para guardar seus livros ocupando pouco espaço

0

shutterstock

O cantinho da leitura é o sonho de todo viciado em livros: siga as digas e crie seu lugar especial gastando pouco

Às vezes, onde você menos imagina, dá para guardar livros sem dor de cabeça

Publicado no IG Delas

Quem gosta de ler está sempre comprando novos livros. O problema, no entanto, é que todo devorador de histórias sofre com a falta de espaço em casa. Pensando nisso, o Delas
resolveu dar algumas dicas para quem deseja criar um cantinho da leitura, mas não faz ideia de onde colocar a querida coleção.

Antes de começar a montar o seu espaço, lembre-se de organizar os livros e separar os que te fazem lembrar alguém. Se achar interessante, presenteie essas pessoas com alguns e facilite a montagem do seu cantinho da leitura
. Pense que quantidade não é qualidade, e com um número menor de livros, encontrar um espaço ideal para guarda-los fica muito mais fácil.

Confira espaços para montar o seu cantinho da leitura

Separamos algumas ideias que estão arrasando no Pinterest com a organização dos livros. Use a criatividade, aproveite para se inspirar e decore a sua casa.

1. Embaixo da escada

Reprodução/Pinterest

Já pensou em ter um cantinho da leitura embaixo da escada? Se houver bastante espaço, coloque almofadas e faça a festa

Caso você more em uma casa com escadas, aproveite esse espaço perdido. Mande embora essa ideia de que passar embaixo dela dá azar e coloque seus livros em prateleiras ou até mesmo em uma mesa. Se o espaço for grande, aposte em um tapete com almofadas e ganhe um local confortável e tranquilo para viajar com suas histórias.

2. Atrás da porta

Reprodução/Pinterest

Pensou que atrás da porta o espaço estava perdido? Que nada! Coloque seus livros lá atrás e arrase na decoração

Caso a escada não seja um espaço viável ou suficiente
, uma dica legal pode ser aproveitar a parede que fica atrás da porta de um dos quartos. O espaço, que geralmente fica vazio, pode ganhar pequenas prateleiras que deixem os livros em pé. Além de ser uma forma inteligente de usufruir o espacinho, não deixa de ser uma decoração para o cômodo.

3. Embaixo da cama

Reprodução/Pinterest

Ler antes de dormir é um hobby da maioria dos devoradores de livros. É difícil encontrar um cantinho da leitura melhor

Ainda pensando nos quartos, uma solução para a falta de espaço pode ser a sua cama. Não, você não vai dormir abraçada com os livros. A ideia, aqui, é coloca-los embaixo do leito. Além de facilitar a leitura na madrugada, os livros embaixo da cama podem ficar bem organizados. Muitas lojas de móveis, inclusive, já estão vendendo camas com uma abertura para eles.

4. Embaixo da mesa

Reprodução/Pinterest

Ganhar espaço colocando livros embaixo da mesa não é uma má ideia. Várias blogueiras estão apostando nisso

Simples e sem segredo algum, as mesas também podem te ajudar nessa missão quase impossível, de construir um cantinho da leitura
com pouco espaço. Livros empilhados embaixo de mesinhas podem, sim, deixarem o espaço fofo e delicado. Caso resolva apostar nessa ideia, porém, não se esqueça de guarda-los em ordem de tamanho. Depois, é só aproveitar para curtir a nova decoração.

10 atitudes típicas de um viciado em livros

0

viciados-610x350

Edival Lourenço, na Revista Bula

Quanto mais se fala no fim do livro físico, mais aumenta o número de aficionados por livros. A dependência literária chega a ponto de causar síndrome de abstinência e leva o compulsivo a tomar atitudes estranhas, só para criar oportunidades de ficar mais tempo junto a seu objeto de desejos. Em tom de brincadeira, mas baseado em situações reais, foram alinhadas dez atitudes típicas de pessoas realmente viciadas em livros. Se você se enquadrar em seis itens ou mais, já é um caso grave da síndrome e precisa se internar numa clínica detox para bibliomaníacos.

Semanalmente, pede livros pela internet

E fica acompanhando pelo código de rastreabilidade, para ver por onde o livro anda. Quando vê que o livro chegou à sede da transportadora, liga para saber a hora que vai ser entregue, para não correr o risco de o entregador perder a viagem e atrasar o encontro com o objeto de desejo.

Almoça perto do local de trabalho, bem rapidinho

Aproveita o tempo para entrar na livraria ou no sebo e ficar lambendo as novidades ou as relíquias. E, sempre compra alguns. Pergunta ao vendedor se tem o livro tal ou qual. Se não tem, faz encomenda e no dia seguinte começa a cobrar. Mesmo que o vendedor tenha dito que vão chegar só daí a 15 dias.

Compra livros para presentear e toma depois

Em aniversário de parentes e amigos, presenteia com livros. É claro que compra algum livro de que ele mesmo gostaria de ter. Entrega o presente, participa da cerimônia e tal. Distraidamente pega o livro para dar uma olhadinha e ali mesmo lê as orelhas e as chamadas de capa. Aliás, relê, pois já havia lido antes. Diz para o parente ou amigo que o livro realmente é ótimo e que quer ele emprestado depois. O ganhador vê nisso um alívio da obrigação de ler imediatamente e lhe diz que pode ler primeiro, que está com a leitura acumulada e tal. O ledor compulsivo aproveita para levar o livro e não devolve mais. A não ser que seja duramente cobrado.

Compra mais livros do que seria capaz de ler

Embora a intenção seja ler todos os livros que compra, o compulsivo acaba adquirindo livros numa quantidade tamanha que, nem Matusalém, se não fosse analfabeto e gostasse de livros, teria condição de ler. Compra inclusive livros em línguas estranhas, ou línguas que não domina, com o propósito de aprendê-las e curtir a musicalidade do autor no original. Com o tempo, o compulsivo desenvolve a superstição de que lê por osmose e passa a impressão de que já leu todos os livros da biblioteca de Alexandria e do Congresso Americano.

Encaminha a mãe para morar com a irmã no interior

Sob o argumento de que no interior a vida é mais sossegada e o ar é mais puro. Mas na verdade é porque o apartamento já está completamente tomado de livros, e não tem mais onde guardá-los. Aliás, o único lugar que ainda resta é o quarto da mãe. Exatamente o espaço ocupado por ela. Aí o compulsivo negocia com a irmã para levar a mãe para passar uns tempos com ela. Aproveita a oportunidade, desfaz dos objetos da mãe, chama o marceneiro e instala estantes no quarto e organiza a metade dos livros que estavam amontoados.

Não discute futebol em roda de amigos

A não ser, é claro que o assunto futebol faça parte da trama de algum livro. Ir a estádio de futebol, nem pensar. O tempo desperdiçado com deslocamentos, compras de ingressos, permanência no estádio e outras ações correlatas daria para se ler um livro de médio porte. Não é dado a acreditar em assuntos que não estejam devidamente consubstanciados em livros. (mais…)

Processo seletivo para namorar um(a) viciado(a) em livros

0


Publicado no Um Livro Qualquer

Os selecionados na primeira fase deverão apresentar uma redação de três laudas com o seguinte tema: “Por que não recebi minha carta de Hogwarts?”

Os candidatos remanescentes da segunda fase terão 10 minutos dentro de uma livraria para comprar um livro de presente.

dica do Fernando Piva

Go to Top