NEW YORK, NY - SEPTEMBER 24:  Bill Gates, chairman and founder of Microsoft Corp., listens during the Clinton Global Initiative (CGI) meeting on September 24, 2013 in New York City. Timed to coincide with the United Nations General Assembly, CGI brings together heads of state, CEOs, philanthropists and others to help find solutions to the world's major problems.  (Photo by Ramin Talaie/Getty Images)

 (Photo by Ramin Talaie/Getty Images)

Publicado no Preparado pra Valer

É comum encontrar pessoas que deixaram de ler porque começaram a ter muitos afazeres, afirmando que simplesmente não conseguem encaixar um momento de leitura no seu dia a dia. Ainda assim, há um livro que administradores de grande renome indicam: “Sapiens: Uma Breve História da Humanidade”. Entre os leitores mais famosos da obra estão Bill Gates, Barack Obama e Mark Zuckerberg, que a consideraram essencial para qualquer pessoa. Mas afinal, do que trata esse livro de sucesso?

‘Sapiens’ estava no Clube do Livro de Mark Zuckerberg

A obra, escrita pelo israelense e professor de História Yuval Harari, mostra a evolução do homem desde a idade da pedra até o século XXI. No percorrer da narrativa, ele mostra o que fez com que a nossa espécie chegasse ao topo. Além disso, debate temas que vão de capitalismo a religião para mostrar o que diferencia o Homo sapiens dos demais animais.

O livro foi publicado em 2014 e se tornou um best-seller mundial, tendo sido traduzido para 26 idiomas. E a notoriedade aumentou ainda mais quando Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, colocou a obra no seu Clube do Livro Online, em 2015. Quando ia começar a leitura, ele chegou a declarar: “Sapiens é uma exploração contemporânea de várias questões similares. Não vejo a hora de ler essas diferentes perspectivas”.

Bill Gates recomendou o livro em seu site

A obra também entrou para o site “Gates Notes”, de Bill Gates. Em uma publicação feita no dia 17 de maio, o fundador da Microsoft colocou “Sapiens” em uma lista de cinco livros para ler no verão do Hemisfério Norte. E destacou que a obra foi lida também por sua esposa, Melinda.

“Tivemos ótimas conversar na nossa mesa de jantar. Harari assume um desafio assustador: contar toda a história da raça humana em apenas 400 páginas. Ele também escreve sobre a nossa espécie hoje e como inteligência artificial, engenharia genética e outras tecnologias irão nos mudar no futuro. Ainda assim, eu discordei de algumas coisas – especialmente quando Harari afirma que humanos eram melhores quando ainda não tinham começado a cultivar. Eu recomendaria ‘Sapiens’ a qualquer um que tenha interesse em história e no futuro de nossa espécie”, declarou Bill Gates em seu site.

Barack Obama considera a obra provocativa

Já o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama indicou o livro enquanto ainda estava no poder, durante uma entrevista à CNN. “É uma extensa história da raça humana, de 40 mil anos. E parte do que a torna tão interessante e provocativa é que, por ser uma história tão extensa, ele fala sobre algumas coisas fundamentais que nos permitiram construir essa maravilhosa civilização, que nós damos por garantida – mais do que dada. Mas ele nos dá um senso de perspectiva em como estamos há tão pouco tempo na Terra e o quanto coisas como agricultura e ciência são recentes. E por que faz sentido não acharmos que as coisas estão garantidas”.

por Ana Carolina Porto

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments