Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged personagens

Livro que Crivella mandou recolher se esgota na Bienal do Rio

0

Crivella manda recolher livro dos Vingadores que traz beijo entre homens — Foto: Reprodução/Redes Sociais

O romance gráfico ‘Vingadores, a cruzada das crianças’ mostra beijo entre dois personagens masculinos. Prefeitura ameaçou cassar licença da Bienal e enviou fiscais da Prefeitura ao local.

Fernanda Rouvenat e Lívia Torres, no G1

Os exemplares de “Vingadores, a cruzada das crianças” (Salvat) que estavam à venda em diferentes estandes da Bienal do Livro do Rio se esgotaram em pouco mais de meia hora na manhã desta sexta-feira (6).

A organização da feira afirmou que, às 9h39, não havia mais nenhuma unidade em qualquer um dos pontos que vendiam o romance gráfico (do inglês, graphic novel). O obra tem a imagem de um beijo de dois personagens masculinos.

Nesta quinta-feira (5), o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, havia postado mensagem com vídeo em rede social na qual afirmava ter determinado a organizadores do evento que recolhessem “Vingadores, a cruzada das crianças”. Na opinião dele, o livro tem conteúdo impróprio para menores.

A história, de autoria de Allan Heinberg e Jim Cheng, aborda a equipe dos Jovens Vingadores. Dela, fazem parte os personagens Wiccano e Hulkling, que são namorados. A edição, de 2016, era oferecida em “saldões”. A editora Salvat, que a publicou, não expõe na Bienal este ano.

Em nota divulgada ainda na noite de quinta, a direção da Bienal afirmou que não iria retirar os livros dos estantes e que daria voz “a todos os públicos, sem distinção, como uma democracia deve ser” (leia mais abaixo).

No início da tarde desta sexta, fiscais da Secretaria de Ordem Pública da Prefeitura do Rio foram à Bienal para identificar e lacrar livros considerados “impróprios”.

Mais cedo, em nota, a Prefeitura informou que estava cumprindo o Estatuto da Infância e do Adolescente e ameaçou cassar a licença da Bienal (veja mais abaixo).

“Livros assim precisam estar em um plástico preto, lacrado, avisando o conteúdo”, disse o prefeito em vídeo nas redes sociais.

‘Evento plural’ e personagens que namoram

Na nota, os organizadores da Bienal afirmaram que o evento é “plural, onde todos são bem-vindos e estão representados”.

O comunicado continua: “Inclusive, no próximo fim de semana, a Bienal do Livro terá três painéis para debater a literatura Trans e LGBTQA+. A direção do festival entende que, caso um visitante adquira uma obra que não o agrade, ele tem todo o direito de solicitar a troca do produto, como prevê o Código de Defesa do Consumidor”.

A nota da prefeitura

A Prefeitura do Rio citou o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) para justificar “a adequação das obras expostas”.

“A legislação determina que publicações com cenas impróprias a crianças e adolescentes sejam comercializadas com lacre (embaladas em plástico ou material semelhante), com a devida advertência de classificação indicativa de seu conteúdo”, diz a nota.

“No caso em questão, a Prefeitura entendeu inadequado, de acordo com o ECA, que uma obra de super-heróis apresente e ilustre o tema do homossexualismo a adolescentes e crianças, inclusive menores de 10 anos, sem que se avise antes qual seja o seu conteúdo.”

Descrição dos personagens de ‘Vingadores, a cruzada das crianças’, publicação no centro de polêmica na Bienal do Livro no Rio — Foto: Fernanda Rouvenat/ G1

A prefeitura afirma que editora Salvat sabia da obrigação legal. “Tanto que a obra estava lacrada. Não havia, porém, uma advertência neste sentido, para que as pessoas fizessem sua livre opção de consumir obra artística de super-heróis retratados de forma diversa da esperada”, cita o comunicado.

A nota relata reclamação de frequentadores da feira, “que têm direito à livre opinião e opção quanto ao conteúdo de leitura de filhos e adolescentes, pessoas em formação”.

O texto rechaça ter havido “qualquer ato de trans ou homofobia ou qualquer tipo de censura à abordagem feita livremente pelo autor”.

“Em caso de descumprimento, o material sem o aviso será apreendido e o evento poderá ter sua licença de funcionamento cassada”, ameaçou a prefeitura.

‘IT: A Coisa’: Após o Capítulo 2, franquia pode ganhar novos filmes

0

Renato Marafon, no CinePop

‘It: A Coisa’ faturou US$ 700,4 milhões e se tornou a maior bilheteria da história para um filme de terror, um marco invejável conquistado pela Warner Bros.

Com o Capítulo 2 se aproximando e encerrando a história do livro de Stephen King, é claro que os envolvidos já estão procurando maneiras de continuar a franquia milionária com novos filmes.

Segundo o roteirista Gary Dauberman, uma das ideias é criar filmes derivados que serão focados em passagens do livro não usadas no cinema.

Sim, acho que há espaço para construir um universo cinematográfico usando a mitologia do livro, porque A Coisa existe desde o início dos tempos, mas não sei se há planos para isso. Fiquei muito feliz em abordar o livro em diferentes produções, mas sempre sendo respeitosos com o material do livro…“, afirmou ao Bloody Disgusting.

Andy Muschietti (‘Mama’) retorna à direção, que terá novamente Gary Dauberman (‘A Freira’) como roteirista.

Como a cada 27 anos o mal revisita a cidade de Derry, Maine, a sequência volta a acompanhar os mesmos personagens – que há muito tempo seguiram seus próprios caminhos – de volta como adultos, quase três décadas depois dos eventos do primeiro filme.

O elenco conta com o retorno de Bill Skarsgård, no papel de Pennywise, e das crianças Jaeden Lieberher, Wyatt Oleff, Sophia Lillis, Finn Wolfhard, Jeremy Ray Taylor, Chosen Jacobs e Jack Dylan Grazer.

Jessica Chastain, James McAvoy, Bill Hader, Jay Ryan, James Ransone, Andy Bean e Isaiah Mustafa interpretarão as versões adultas dos personagens.

A sequência será lançada nos cinemas nacionais no dia 5 de setembro.

Companhia das Letras lança audiolivro de ‘A guerra dos tronos’

0

Primeiro livro das ‘Crônicas de gelo e fogo’, de George R. R. Martin, ganha versão em áudio que tem duração de mais de 37h

Publicado no Correio Braziliense

Que as Crônicas de gelo e fogo são um verdadeiro fenômeno mundial é inegável. A obra de George R. R. Martin conquistou o público tanto nas produções literárias como nas telinhas, com o seriado Game of thrones. Pensando neste estrondoso sucesso, a Companhia das Letras lança o primeiro livro da série best-seller, A guerra dos tronos, do selo Suma, em formato de audiolivro. Os outros livros já lançados da saga também ganharão versão em áudio.

Produzido pela Tocalivros, o audiolivro tem duração de 37 horas e 17 minutos. Como há muitos personagens, o diretor do livro optou por dois narradores: o ator Daniel Vidal narra as ações dos personagens masculinos e a atriz Zezé Motta dá voz às personagens femininas. Além deles, outros 28 compõem o elenco para a leitura dos diálogos presentes na obra.

‘A guerra dos tronos’, de George R. R. Martin, foi publicado pela primeira vez em 1996
(foto: Editora Suma/Reprodução)

Houve toda uma preparação para este trabalho, o elenco foi escolhido com extremo cuidado por conta das diferentes características e complexidades de cada personagem. Tyrion Lannister, por exemplo, que é um personagem com nanismo, é interpretado no audiolivro por um ator que também tem a mesma condição física. Essa cautelosa escolha também proporciona ao ouvinte uma rapidez para diferenciar cada personagem.

O livro conta a história a partir do ponto de vista de oito personagens (seis da família Stark: Eddard, Catelyn, Sansa, Arya, Bran e Jon; Tyrion Lannister e Daenerys Targaryen) sendo cada capítulo a visão deles a respeito dos eventos que acontecem no livro. O primeiro volume da saga imerge o leitor nos continentes de Westeros e Essos e em três enredos principais.

Em Westeros, as famílias nobres disputam poder e influência pelo Trono de ferro, símbolo do governante dos Sete reinos. No extremo norte do continente, criaturas misteriosas reaparecem para ameaçar o reino dos humanos. Já em Essos, o leitor vê a saga da última herdeira do Trono de ferro, que foi exilada dos Sete reinos e tenta sobreviver.

A série de livros criada por George R. R. Martin começou a ser publicada em 1996 e foi traduzida para diversos idiomas. Por enquanto, cinco livros da séries foram desenvolvidos e o autor já trabalha no sexto, que ainda não tem data de lançamento. Em abril de 2011, o canal televisivo HBO estreou o seriado Game of thrones, baseado na obra de Martin. O sucesso foi absoluto e tornou-se a série de drama mais vitoriosa do prêmio Emmy. E também proporcionou diversos itens derivados, como jogos de cartas, jogos de tabuleiro, entre outros produtos.

Game of Thrones | Estudantes de escola técnica criam algoritmo para prever quem vai morrer

0

Fórmula usa técnicas de Inferência Bayesiana

Cesar Gaglioni, no Jovem Nerd

Game of Thrones (e os livros da série As Crônicas de Gelo e Fogo) ficou conhecida pela enorme taxa de morte de seus (muitos) personagens.

Com a chegada da oitava e última temporada da série, estudantes da escola técnica de Munique, na Alemanha, criaram um algoritmo para tentarem prever quem vai morrer na reta final da trama.

Para isso, os integrantes do projeto baixaram dados dos mais de 2 mil personagens presentes na série e nos livros, e usando técnicas de Inferência Bayesiana, analisaram quais são aqueles que tem mais chance de sobreviver, e aqueles que devem morrer muito em breve.

As técnicas de Inferência Bayesiana avaliam hipóteses pela máxima verossimilhança, e são usadas, por exemplo, para determinar os possíveis efeitos de quimioterapia em pacientes com câncer.

A fórmula leva em conta fatores que podem alterar o resultado final de uma situação hipotética. No caso do algoritmo de Game of Thrones, elementos como a Casa que os personagens pertencem, gênero, títulos, protagonismo na trama principal, casamentos e alianças são levados em conta para se determinar o resultado final.

A partir disso, eles determinaram que os personagens com mais chance de morrer são Bronn (93,5% de chance), o Montanha (80,3%), Sansa (73%), Arya (57,8%) e o Cão de Caça (47,5%).

Já aqueles que tem menos chance de acabarem sucumbindo ao jogo dos tronos: Daenerys (0,9%), Tyrion (2,5%), Varys (3,2%), Sam (3,3%) e Jaime (4%).

Os dados completos podem ser vistos no site do projeto.

A oitava temporada de Game of Thrones estreia na HBO em 14 de abril, 22h.

Livros da Turma da Mônica serão os próximos brindes do McLanche Feliz

0

 

Além dos livros, aplicativo permite ler as histórias utilizando as vozes dos famosos personagens criados por Mauricio de Sousa.

Rafael Argemon, no Huffpost

Livros são a grande atração na próxima edição do McLanche Feliz. Fruto de uma parceria do McDonald’s com a Maurício de Sousa Produções, desde a última quarta (13), o lanche traz como opção livrinhos com histórias de alguns dos principais personagens da Turma da Mônica. Entre eles a própria Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali, Chico Bento, Tina, Bidu, Piteco, Astronauta e Penadinho.

Cada livro traz dois personagens, com uma história para cada um. São eles: Mônica em: A Melhor Hora do Dia e Bidu em: Mal Entendido; Cebolinha em: A Máquina de Fantasias | Astronauta em: Qualquer semelhança é mera coincidência; Cascão em: É Você Mesmo | Penadinho em: Festa de Outro Mundo; Magali em: A História da Princesa Comedora de Ervilha | Tina em: Quando Tudo dá Errado; e Chico Bento em: Amor de Verão | Piteco em: Viagem no Tempo.

“Numa realidade em que 30% das famílias brasileiras nunca tiveram acesso a um livro, eu não poderia perder a oportunidade de fazer chegar mais de 2 milhões de exemplares a esses potenciais leitores. Sempre estarei aberto a propostas como essa, que tenham como objetivo o estímulo à leitura”, disse Mauricio de Sousa.

Outra novidade é o uso do áudio no aplicativo da rede de fast food para que as histórias possam ser contadas às crianças com as vozes originais dos personagens. “Muitos adultos já têm o hábito de contar histórias fazendo as vozes dos personagens ou imitando sons. Essa funcionalidade vai ajudar ainda mais nessa experiência”, explica David Grinberg, vice-presidente de comunicação corporativa da Arcos Dorados, franquia que administra a marca McDonald’s em 20 países da América Latina e Caribe.

Os livros podem ser encontrados em todas as filiais e restaurantes da rede no Brasil. Eles também poderão ser comprados separadamente por R$ 13.

Go to Top