Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged cidade

Arquitetos criam Biblioteca de rua na Bulgária para incentivar as pessoas a lerem

0

“Rapana” é a primeira biblioteca de rua. Criada em Varna, na Bulgária, foi feita por uma equipe de jovens arquitetos e designers

Publicado no Follow the Colours

Smartphones, leituras superficiais, fakenews. Hoje em dia, a vida digital é quase tomada inteiramente pelas redes sociais, apps, jogos e outras interações tecnológicas, e isso diminuiu muito a popularidade dos livros entre várias gerações. Pensando nisso, uma equipe de arquitetos e designers (Yuzdzhan Turgaev, Boyan Simeonov, Ibrim Asanov e Mariya Aleksieva) decidiram transformar esses fatos em um projeto comunitário e bem interessante para estimular a leitura e conscientizar as pessoas sobre este hábito, ao construir uma biblioteca aberta de rua em Varna, na Bulgária.

Varna é uma cidade localizada à beira-mar e é frequentemente chamada de “capital marítima da Bulgária”. Esta é a principal razão pela qual a forma-conceito escolhida para a biblioteca comunitária se assemelha à concha de um caracol marinho. O design foi inspirado pela natureza e suas formas orgânicas.

A instalação leva em consideração os aspectos mais importantes da identidade da cidade – o mar e seu valor para os cidadãos locais. A construção abstrata se desenrola a partir de um único ponto focal e se desenvolve em um semicírculo enquanto traz um espaço público para circulação livre das pessoas. As prateleiras são fáceis para pegar e colocar livros ao mesmo tempo.

RAPANA, A BIBLIOTECA PROJETADA COM PEÇAS DE MADEIRA

Chamada de “Rapana”, a biblioteca foi projetada usando as ferramentas de desenho paramétrico Rhinoceros 3D e Grasshopper, que dão aos arquitetos a possibilidade de experimentar diferentes formas e variações. Usando o software, a equipe testou mais de 20 ideias, alterando o número de peças de madeira verticais e horizontais e sua largura e altura.

O design final teve seu orçamento ajustado e o conceito da biblioteca aberta, proporcionando fácil acesso para os leitores, diversos tipos de espaços para sentar, além de um pequeno palco para artistas de rua.

A construção foi dividida em folhas de madeira, que foram produzidas usando uma máquina CNC (Controle Numérico Computadorizado). A biblioteca foi construída com 240 folhas de madeira que podem receber até 1500 livros!

Além de integrar turistas e moradores, as pessoas ocupam a cidade e assim tem mais acesso a cultura! Por mais projetos comunitários e educativos como esse!

Para mais informações, visite o Facebook da Biblioteca de Rapana.

Na Romênia, você pode viajar de graça se estiver lendo livros durante a viagem

0

Fernando, no Fique Sabendo

Hoje, a tecnologia é quase tudo na vida da maioria dos seres humanos. Vivemos sobre o que acontece ao redor do nosso telefone e não levamos em conta que muitas respostas só podem ser encontradas em livros.

Pensando nisso, um jovem chamado Victor Miron, um cidadão romeno, teve a brilhante ideia de promover uma campanha impressionante em uma cidade romena. Como mencionado, Victor acredita que muitas outras campanhas que promovem a leitura devem ser anunciadas.

Uma excelente maneira é recompensar os leitores, mas você se perguntará de que maneira. A sugestão de Victor é que todos aqueles que viajam em um transporte público e estão lendo um livro, não precisam pagar sua passagem.

Uma ideia brilhante que o jovem apresentou ao prefeito da cidade, Cluj Napoca, que publicou no Facebook e não demorou muito para dar a volta ao mundo recebendo muitas respostas positivas.

É evidente que a leitura enriquece os seres humanos, nos enche de imaginação e nos faz refletir, disseram as autoridades.

Esta não é a primeira campanha proposta pelo jovem Victor Miron, ele também criou um projeto chamado “Bookface“, onde os usuários do Facebook que têm um livro em seu perfil, podem obter grandes descontos em diferentes tipos de lojas, como livrarias, salões Beleza e muito mais.

A Hora do Vampiro | James Wan vai produzir nova adaptação de Stephen King

0

Bruno Gomes, em O Vicio

A New Line Cinema anunciou que está desenvolvendo uma adaptação de “A Hora do Vampiro“, conhecida obra de Stephen King. Entre os envolvidos no projeto, fica o destaque para James Wan (Invocação do Mal) na equipe de produção.

Gary Dauberman, que trabalha ao lado de Wan na franquia de Invocação do Mal, será responsável pelo roteiro, e existe a possibilidade dele também assumir a direção.

A Hora do Vampiro foi publicado em 1975, e a trama se passa na cidade de Jerusalem’s Lot, na Nova Inglaterra.

Após a chegada de três forasteiros – o escritor Ben Mears, o senhor Barlow e o senhor Straker – fatos inexplicáveis passam a perturbar a rotina da cidade. Ben e seus novos partidários, entre eles o garoto Mark Petrie e o Padre Callahan devem então agir para salvar a cidade de garras vampirescas.

Cearenses criam startup que aluga livros de terceiros a partir de 50 centavos a diária

0

Desenvolvedores da plataforma de aluguel também são responsáveis pelas entregas dos livros. (FOTO: Divulgação/Geo Brasil)

Você tem um livro parado? Pois o aplicativo AlluGo!, criado no Crato, se propõe a alugá-lo para leitores. Por hora, o serviço está restrito à cidade

Willian Barros, na Tribuna do Ceará

Os estudantes Daislan Vieira, Juan Carlos e Saulo Joab são os responsáveis pela AlluGo!, uma startup que viabiliza aluguel de livros. Os criadores são alunos do bacharelado em Sistemas de Informação do Instituto Federal do Ceará (IFCE). O serviço ainda está restrito à cidade do Crato, onde fica localizado o campus em que os desenvolvedores estudam.

Na plataforma, o usuário tanto pode alugar obras literárias quanto cadastrar exemplares para serem emprestados. Durante todo o procedimento, as informações são colhidas em formulários da plataforma Google Forms. Em poucas semanas, o projeto já ultrapassou a marca de 160 livros cadastrados.

Quem utiliza o serviço também não precisa se preocupar com a entrega. De bicicleta, a própria equipe do projeto se encarrega de buscar e deixar os livros nos endereços solicitados. Um outro diferencial da plataforma é o baixo custo do aluguel. Os valores variam entre 50 centavos e 2 reais por dia de leitura.

Os criadores já planejam a expansão do projeto. Eles pretendem levar a plataforma para cidades como Juazeiro do Norte e Barbalha; depois, para outros estados ou cidades maiores. Além disso, a equipe também já trabalha no desenvolvimento de um aplicativo para o serviço.

“A gente acredita que, se promover a questão da leitura, trazendo livros para as pessoas de uma forma mais barata, vai contribuir muito para o desenvolvimento tanto na região quanto da nossa sociedade em geral”, afirma o universitário Saulo Joab.

Cemitério Maldito | Stephen King elogia nova adaptação

0

Longa estreia em maio

Julia Sabbaga, no Omelete

Em entrevista à EW, Stephen King foi questionado sobre a nova adaptação de sua obra, Cemitério Maldito, e elogiou o longa:

“Está incrivelmente bom! É um filme realmente bom. É um filme maduro, para adultos. Não é tipo 12 adolescentes morrendo em um acampamento. Filmes como este tem sido muito bem-sucedidos. Filmes como Corra! do Jordan Peele ano passado e acho que Nós também será grande. Será como estas fantasias tipo adultas”.

O filme terá John Lithgow (Uma Família de Outro Mundo) no papel de Jud Crandall. No livro, uma família se muda para uma pequena cidade do Estado do Maine, nos EUA, e encontra um cemitério de animais próximo de um misterioso sepulcro indígena. Não demora para que coisas estranhas comecem a acontecer.

Dennis Widmyer e Kevin Kolsch, dupla que co-dirigiu a fantasia de horror Starry Eyes, estão por trás do projeto. O filme chega ao Brasil em 9 de maio.

Go to Top