Canal Pavablog no Youtube

notícias

Downton Abbey irá lançar livro sobre os bastidores do filme

0

Gabriel Valeriano, no Reserva Cinéfila

Downton Abbey, série britânica de grande sucesso mundial, está retornando, mas para os cinemas, o filme estreia em setembro deste ano, e trará de volta os personagens originais, incluindo Lady Mary (Michelle Dockery), Lady Edith (Laura Carmichael), Lord Grantham (Hugh Bonneville), Charles Carson (Jim Carter) e Violet Crowley, interpretada pela atriz Maggie Smith. O filme continuará a contar a história da família Crowley, que conquistou o coração de espectadores ao redor do mundo durante seis temporadas na televisão.

Agora outra novidade em relação ao filme foi divulgada, o lançamento de um livro que irá apresentar fotografias espetaculares da produção, entrevistas com o elenco e a equipe, e um olhar sobre o pano de fundo histórico e geográfico do filme.

Downton Abbey – O Fime gira em torno do Rei e da Rainha fazendo uma visita oficial a Downton em 1927, e não só vê o retorno de todo o elenco principal da série de televisão final, mas também introduz alguns grandes atores britânicos no mundo de Downton, quando nos encontramos a família real e seu séquito.

Downton Abbey: The Official Film Companion escrito por Emma Marriott já está com pré-venda disponível na Amazon.

Downton Abbey – O Filme estreia primeiramente em 13 de setembro no Reino Unido e 17 de setembro nos Estados Unidos.

Ação do VLT Carioca distribui livros nesta terça

0

Foto: Divulgação

Altair Alves, no Diário do Rio

O Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) e o projeto Leitura no Vagão realizam nesta terça-feira, (13/08), uma ação de distribuição de livros em viagens linhas 1 e 2 do VLT. A atividade acontece durante a manhã e cerca de 200 publicações devem ser espalhadas nos trens para retirada dos passageiros.

A intenção é comemorar os cinco anos do Leitura no Vagão, que começou em São Paulo e cuja parceria com o VLT já acontece desde 2017. No período, mais de 1.000 livros já circularam pelo Centro e Região Portuária.

As publicações vêm de doações ao projeto, de colaboradores do VLT Carioca e de itens do setor de Achados e Perdidos sem identificação e que não foram retirados no tempo de guarda.

Todas elas contam com o selo do projeto, cujo objetivo é estimular a leitura e o compartilhamento. Os exemplares podem ser passados adiante para familiares, amigos ou devolvidos em locais públicos como praças, centros comerciais e outros meios de transporte.

Morre Toni Morrison, primeira mulher negra a vencer Nobel de Literatura, aos 88

0

 

A escritora Toni Morrison Imagem: Reprodução

Caio Coletti, no UOL

A escritora Toni Morrison morreu na noite de ontem, aos 88 anos. A informação foi confirmada pela Associated Press, citando um amigo da autora. Morrison era mais conhecida por assinar o livro Amada, de 1987, que se tornou o filme Bem Amada (1998), com Oprah Winfrey em um dos papéis principais.

O livro formou, junto com Jazz (1992) e Paraíso (1997), a trilogia que catapultou Morrison para a fama. Em 1993, ela venceu o Prêmio Nobel de Literatura, se tornando a primeira mulher negra a receber esta honra.

Em Amada, Morrison contou a história de Sethe (no filme, vivida por Winfrey), uma ex-escrava que vive com sua filha de 18 anos de idade em Denver (EUA). Traumatizada pela morte de sua mãe, Baby Suggs, e pela fuga de seus outros dois filhos, Howard e Buglar, Sethe acredita que uma presença fantasmagórica a assombra onde quer que vá.

É quando Paul D (interpretado por Danny Glover no cinema), que viveu a escravidão junto com Sethe, chega para tentar ajudar a família. Ele expulsa o espírito que vive na casa e parece ser bem-sucedido, até que uma jovem chamada Amada surge do nada para desequilibrar a nova dinâmica.

Além do Nobel, Morrison também venceu o Pulitzer na categoria de ficção em 1988, por Amada. Desde então, ela escreveu livros como Amor (2003), A Mercy (2008) e Voltar Para Casa (2012).

Sua última obra foi Deus Ajude Essa Criança, lançada em 2015, abordando a vida de uma garota negra que sofre preconceito dentro de sua própria família por ter a pele mais escura que seus pais.

Em junho, estreou nos cinemas dos EUA um documentário sobre a autora. Intitulado Toni Morrison: The Pieces I Am, o filme não tem previsão de chegada ao Brasil.

Tudo o que sabemos até agora sobre a série “Quem É Você, Alasca?”, baseada no livro de John Green

0

Beatriz Vianna, no Purebreak

Depois de anos e de várias tentativas, o livro “Quem É Você, Alasca?”, do John Green, finalmente ganhou uma adaptação para as telinhas. Diferente das outras obras do autor, a história de Miles e Alasca foi transformada em uma série de TV pelos mesmos criadores de “Gossip Girl” e será exibida no serviço de streaming do Hulu. Inclusive, a data de estreia, elenco, trailer, fotos e vários detalhes da produção já foram divulgados. O Purebreak fez um compilado de todas essas informações que é pra você não se perder até lá!
Data de estreia

“Quem É Você, Alasca?” está previsto para ser lançado 18 de outubro no Hulu. No entanto, os fãs brasileiros da história vão ter que esperar um pouquinho, pois ainda não há previsão de quando e como a série será lançada, já que o serviço de streaming não funciona no Brasil.

Elenco confirmado

Não foi dessa vez Taylor Swift! Depois de muitos rumores, o papel de Alasca Young ficou com Kristine Froseth, a patricinha de “Sierra Burgess É uma Loser”. Já o ator Charlie Plummer (“All The Money In The World”) foi escolhido para interpretar Miles Halter, ironicamente apelidado pelos amigos de “Gordo”.

A produção foi bem fiel às características dos quatro amigos no livro na hora de escolher os atores. O personagem de Chip “Coronel” Martin será interpretado por Denny Love, enquanto Jay Lee viverá Takumi Hikohito na série.

A história

A série terá um total de oito episódios e será escrita pela dupla Josh Schwartz e Stephanie Savage, os mesmos criadores de “Gossip Girl”. A narrativa gira em torno de Miles “Gordo” Halter (Charlie Plummer), um adolescente viciado em últimas palavras que tem a vida virada de cabeça para baixo ao chegar no internato Culver Creek e conhecer a misteriosa Alasca (Kristine Froseth).

Em um dado momento da história, uma tragédia acontece e muda completamente o destino de Miles e seus amigos. Enquanto tenta desvendar os mistérios dessa tragédia, o mocinho segue em busca do seu “Grande Talvez”.

Algumas pequenas mudanças

Os produtores já prometeram que a série será bem fiel ao livro. No entanto, pontos de vistas diferentes serão acrescentados na história. O que pode ser muito bem-vindo nesse caso.

Segundo Josh Schwartz, a adaptação terá um olhar menos masculino que o do livro. Afinal, Miles é responsável por narrar toda a história e, consequentemente, trazer as suas impressões sobre as pessoas que conhece no internato. “Somos incrivelmente fiéis ao material, mas também nos esforçamos muito para ir mais além. Para os fãs do livro, eles sentirão que realmente honramos o material. O livro é sobre o limitado olhar masculino e queríamos ter certeza de que Alasca existisse por si só. O público terá compreensão de sua personagem e ela não existirá apenas como um mistério”, revelou durante a coletiva de imprensa do livro.

‘O Irlandês’, novo filme de Scorsese com De Niro e Al Pacino, ganha trailer

0

Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci protagonizam o novo drama mafioso de Scorsese
(foto: Netflix/Divulgação)

Produção da Netflix, filme ainda não tem data de estreia no streaming, mas será lançado em festival de cinema em Nova York em setembro

Isabella Moura, Correio Braziliense

A Netflix divulgou nesta quarta-feira (31) o primeiro trailer de O Irlandês, o novo drama do diretor Martin Scorsese. Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci estrelam o elenco, que ainda conta com Harvey Keitel, Ray Romano e Anna Paquin.

O filme é baseado na história do livro O Irlandês: Os Crimes de Frank Sheeran a serviço da Máfia, de Steve Zaillian, e narra a misteriosa história do desaparecimento do líder sindical Jimmy Hoffa nos Estados Unidos pós-guerra.

Desafio de Scorsese

A tecnologia utilizada nesse filme tem despertado a curiosidade do público. Na trama contada ao longo de décadas, Scorsese deixa os personagens de De Niro e Al Pacino muito mais jovens com o auxílio de VFX, tecnologia oferecida pela Lucasfilm’s Industrial Light & Magic.

O custo de cerca de US$125 milhões para produção de efeitos visuais foi o motivo pelo qual a Paramount desistiu do projeto e a Netflix abraçou o desafio já de olho em concorrer ao Oscar em 2020.

Ainda sem data de estreia na plataforma de streaming, o filme abrirá o Festival de Cinema de Nova York, em 27 de setembro e deve ser lançando também em cinemas de Los Angeles (EUA).

Go to Top