Sua Segunda Vida Começa Quando Você Descobre Que Só Tem Uma

Posts tagged Festa Liter

Flip 2018 prestará homenagem à escritora Hilda Hilst

0
Hilda Hilst, escritora (Dario Castro/Divulgação)

Hilda Hilst, escritora (Dario Castro/Divulgação)

Em sua 16ª edição, Festa Literária de Paraty será realizada entre 25 e 29 de julho, com destaque para a autora paulista

Publicado na Veja

A paulista Hilda Hilst (1930-2004) será a homenageada da próxima Festa Literária de Paraty (Flip), em julho de 2018. Nesta terça-feira, o arquiteto Mauro Munho, diretor geral do evento, anunciou a decisão, ressaltando que a obra da escritora extrapola qualquer fronteira.

Leitora de Samuel Beckett, Friedrich Hölderlin, Fernando Pessoa, Rainer Maria Rilke, René Char e Saint-John Perse, ela escreveu poesia, ficção, teatro e crônica, resultando em uma obra singular na segunda metade do século XX. Entre os temas favoritos, destacam-se o amor, o sexo, a morte, Deus, a finitude das coisas e a transcendência da alma. Lançou dezenas de livros – o primeiro, aos 20 anos – que foram traduzidos para o inglês, francês, espanhol, basco, alemão, italiano, norueguês e japonês.

Segundo Munho, a literatura de Hilda é “inovadora do ponto de vista da linguagem que exerce, por exemplo, forte influência na cena da dramaturgia brasileira de hoje”. A curadora Joselia Aguiar vê paralelos entre a obra da autora e a de Lima Barreto, homenageado em 2017. “Ambos foram transgressores, cada um a seu modo e em seu tempo e se dedicaram à escrita de modo tal que ultrapassaram o limite do que era esperado de cada um: ele como autor negro de baixa renda, ela como mulher livre numa sociedade que não estava acostumada a isso”, disse.

Flica anuncia novo curador em 2017

0

Festa literária de Cachoeira ainda não tem data para acontecer

Publicado no IBahia

A 7ª edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira tem um novo curador. O escritor e jornalista Tom Correia assumirá a função neste ano, ocupada em 2016 por Emmanuel Mirdad.

Tom Correia é o novo curador da Flica (Foto: Divulgação)

Tom Correia é o novo curador da Flica (Foto: Divulgação)

 

Autor de quatro livros individuais de contos e com participação em várias coletâneas, Tom iniciou sua trajetória ao vencer o Prêmio Braskem de Literatura com ‘Memorial dos medíocres’.

Consolidada como um dos maiores eventos literários do país, a Flica oferece diferentes atividades, a exemplo de lançamento de livros, exposições, apresentações artísticas, contação de histórias e saraus.

Livros inéditos com trabalho de Millôr Fernandes chegam às livrarias em 2014

0

Publicado no Portal Imprensa
Homenageado na 12ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), que acontece de 30 de julho a 3 de agosto, o cartunista Millôr Fernandes também será lembrado neste ano em uma série de lançamentos com seus trabalhos. Segundo a Folha de S.Paulo, ao menos dois lançamentos trazem materiais inéditos do humorista e também jornalista.

Durante a Flip, o Instituto Moreira Salles (IMS) promete o lançamento de “Millôr: 100 Frases + 100 Desenhos”. Coube a Cássio Loredano a missão de escolher uma centena de ilustrações nunca antes editadas em livro, que dialogassem de alguma forma com as frases do cartunista. A seleção teve como ponto de partida o compilado organizado pelo jornalista Sérgio Augusto para os “Cadernos de Literatura Brasileira”, dedicados a Millôr, em 2003.
Além do livro, Loredano, que é consultor do acervo de Millôr, planeja para o ano que vem uma grande exposição com o material, que será dividida em temas, como casamento, mulheres e corrupção.
                                                          Crédito:reprodução
Millôr Fernandes será homenageado na 12ª Festa Literária de Parati

Outro título inédito que chega em breve às livrarias é o “Guia Millôr Fernandes da História do Brasil”, organizado por Ivan Fernandes, filho do artista, e Leila Name, diretora de literatura da editora Nova Fronteira.

Para a obra foram compilados cerca de cem desenhos e textos, publicados na impressa nos últimos 60 anos. A ideia foi fazer um resgate de todo o material em que Millôr recontou de alguma forma a história do Brasil, desde as caravelas de Cabral ao governo Lula.

Estreante na literatura, a atriz Fernanda Torres participará da FLIP 2014

0

1398379998_340262_1398380184_noticia_normal

Lançado em novembro do ano passado, seu primeiro romance – ‘Fim’ – já vendeu 100.000 cópias

Marina Rossi, no El Pais

A atriz carioca Fernanda Torres, que lançou seu primeiro romance – Fim – no ano passado, será uma das participantes da Festa Literária Internacional de Paraty, a FLIP 2014, que ocorre na cidade de Paraty, no Rio de Janeiro, de 30 de julho a 03 de agosto.

Embora Torres já seja uma veterana nas letras, pois escreveu diversas colunas em alguns veículos da imprensa brasileira, seu livro Fim, lançado pela Companhia das Letras em novembro do ano passado, é a estreia da atriz e filha de Fernanda Montenegro na literatura. Desde o lançamento, Fim já vendeu 100.000 cópias.

“Jamais imaginei que conseguiria dar conta de um romance, que chegasse, algum dia, perto da literatura”, disse a atriz ao El País, em uma entrevista no final do ano passado. Para este ano, Torres quer ver uma história de terror que ela mesma escreveu para o cinema tomar corpo, além de editar um livro de crônicas que ainda não foi publicado e se dedicar à literatura. “Gostaria de ler Moby Dick, Lolita e Anna Karenina, que nunca li”, disse.

FLIP 2014

A cada ano, a Festa Literária Internacional de Paraty presta homenagem a algum escritor. Neste ano, o carioca, dramaturgo, editor e artista gráfico Millôr Fernandes (1923 – 2012) será o homenageado.

Além disso, alguns nomes da literatura internacional farão parte da programação do evento, entre eles, o escritor russo Vladímir Sorókin, que, em entrevista a este veículo, disse que vê a Rússia de hoje “mergulhada em um isolamento comparável ao do final do século 16”, quando o Estado russo foi fundado. Na FLIP, Sorókin vai lançar a peça teatral Dostoiévski-trip.

Além de Sorókin, já estão confirmados o israelita Etgar Keret, o norte-americano Michael Pollan, o suíço Joël Dicker, o peruano Daniel Alarcón, o chileno Jorge Edwards, a argentina Graciela Mochkofsky e o mexicano Juan Villoro.

Escritores latinos são os primeiros confirmados na Flip 2014

0
O escritor mexicano Juan Villoro, um dos convidados da Flip 2014 (Crédito: Quim Llenas/Getty Images)

O escritor mexicano Juan Villoro, um dos convidados da Flip 2014 (Crédito: Quim Llenas/Getty Images)

Publicado na Veja

A organização da Festa Literária de Paraty divulgou os primeiros convidados da edição de 2014 do evento, que acontece de 30 de julho a 3 de agosto e tem como homenageado o escritor Millôr Fernandes, morto em 2012. Na primeira leva de confirmados, a organização Casa Azul, responsável pela Flip, destacou a presença dos escritores latino-americanos Jorge Edwards, Juan Villoro, Graciela Mochkofsky e Daniel Alarcón.

 

O chileno Jorge Edwards traz as experiências compartilhadas com autores como Julio Cortázar, Mario Vargas Llosa e Octavio Paz para a Festa. Nascido em 1931 e com ampla obra que inclui mais de vinte títulos, Edwards é praticamente inédito no Brasil, tendo apenas três livros publicados no país, entre eles A Origem do Mundo, pela editora Cosac Naify, em 2013.

 

O consagrado escritor mexicano Juan Villoro lança durante a Flip o romance Arrecife, pela Companhia das Letras, em que retrata o México atual, dividido entre as belas paisagens e a guerra do narcotráfico. Nascido em 1956, Villoro tem mais de trinta livros publicados em gêneros tão diversos como romance, ensaio e teatro.

 

A argentina Graciela Mochkofsky, nascida em 1969, na cidade de Neuquén, na Patagônia, é considerada um dos grandes talentos do jornalismo atual no país. Com obra ainda inédita em português, ela se especializou na cobertura de política e relações entre mídia e poder. No livro-reportagem Pecado Original, por exemplo, ela trata da disputa entre o casal Néstor e Cristina e o jornal Clarín.

 

O também jornalista Daniel Alarcón, nascido em Lima, no Peru, em 1977, viveu a maior parte de sua vida nos Estados Unidos. O escritor, que estreou na ficção em 2005, é figura constante em listas de melhores autores contemporâneos, como as das revistas Granta e The New Yorker. No Brasil, Alarcón tem publicado o romance Rádio Cidade Perdida (Rocco). Durante a Flip 2014, ele lança seu trabalho mais recente, À Noite Andamos em Círculos, pela Alfaguara.

Go to Top