Canal Pavablog no Youtube

livros

Fronteiras do Universo: série baseada nos livros de Phillip Pullman ganha primeiras imagens

0

Publicado no Metro Jornal

A trilogia “Fronteiras do Universo”, do britânico Phillip Pullman, vai ganhar uma adaptação para a TV, desenvolvida pela BBC e pela HBO. “His Dark Materials”, nome da saga em inglês, contará com oito episódios, que devem ser lançados ainda este ano. Na quinta-feira (24), foram divulgadas as primeiras imagens da série.

“His Dark Material” conta a história da orfã Lyra Belacqua, que vive em uma realidade paralela muito próxima a nossa. Por lá, a alma das pessoas vive fora do corpo e se manifestam na forma de um animal, chamado de “daemon”. Lyra vive na Universidade de Oxford e acaba descobrindo a existência do “pó”, uma substância misteriosa que o Magisterium – a liderança religiosa dessa realidade – diz fazer mal às pessoas.

O primeiro livro da saga, “A Bússola de Ouro”, chegou a ser adaptado aos cinemas, com Nicole Kidman (“Big Little Lies”) e Daniel Craig (“007: Contra Spectre”) no elenco, mas sofreu forte represália da Igreja Católica na época e teve recepção mista por parte da crítica especializada. Ainda assim, o longa recebeu duas estatuetas no Oscar.

A nova adaptação conta com Dafne Keen (“Logan”), Ruth Wilson (“The Affair”), James McAvoy (“X-Men: Apocalipse”) Lin-Manuel Miranda (“O Retorno de Mary Poppins”) e Clarke Peters (“Três Anúncios para um Crime”) no elenco. Os primeiros episódios serão dirigidos por Tom Hooper (“O Discurso do Rei”). A segunda temporada da série já foi confirmada.

Livro “Areia Movediça”, que inspirou série da Netflix, chega ao Brasil

0

Publicado no Bahia Social Vip

A Intríseca lança no Brasil o livro “Areia Movediça”, da sueca Malin Persson Giolito. O suspense foi adaptado como uma série policial homônima da Netflix lançada em abril.

A vida de Maja Norberg parecia incrível: jovem, bonita, inteligente e popular. Nada iria dar errado. Até que um tiroteio acontece na escola: seu namorado e sua melhor amiga estão mortos e ela é a única acusada dos crimes. Aos poucos, Maja refaz os acaminhos que a colocaram naquela situação, mas, até lá, uma coisa é certa: ela é a pessoa mais odiada da Suécia.

Após nove meses na prisão, é hora do julgamento. Os advogados estão usando todos os recursos possíveis para provar sua inocência, mas a mídia e os olhares à sua volta nitidamente desejam o oposto. Com os direitos de tradução adquiridos por mais de 29 países, Areia Movediça, de Malin Persson Giolito, foi escolhido pela Swedish Crime Writers Academy como o melhor romance criminal de 2016.

Narrada do ponto de vista de Maja, que trata o leitor como um confidente, a obra entrelaça as memórias da garota a um cenário de tensão racial e econômica que, aos poucos, ajuda a revelar as peças de um surpreendente quebra-cabeças.

Panorama perspicaz de uma juventude desmoronando, o livro toca em temas como imigração, conflito de classes e o isolamento adolescente, embalados por uma ótima narrativa de crime e tribunal. A série homônima, lançada em abril pela Netflix, foi a primeira produção original sueca do streaming.

O livro Revival, de Stephen King, ganha nova edição de colecionador

0

Victor Tadeu, no Desencaixados

Publicado oficialmente em 2014, o livro Revival do consagrado Stephen King ganha uma tenebrosa edição para colecionadores. O título conta a história de um homem utilizando poderes elementares para preencher alguns espaços entre os mortos e os vivos, titulada como uma das melhoras obras de King.

Nos Estados Unidos Revival ganhou uma edição da LetterPress Publications com a inclusão de 16 ilustrações realizada por François Vaillancourt que avivaram ainda mais a história. Por outro lado, esse exemplar de colecionador contem um prefácio escrito por Josh Bonne, diretor de A Culpa é uma Estrela.

Essa é uma adaptação exclusiva em território internacional, já que a Editora Suma não pronunciou uma nova edição do título para o Brasil e após a pré-venda não será produzido mais exemplares.

É válido ressaltar que a adaptação em filme de Revival ainda está sendo desenvolvido, o primeiro comunicado foi feito em 2016, mas com essa novidade foi reforçado que inicialmente o projeto da CBS All Access com um clássico de Stephen King está sendo prioridade.

O título será lançado dia 31 de maio.

Veja algumas imagens da nova edição, todas disponibilizadas pela LetterPress Publications;

O livro Branco Letal, de Robert Galbraith, um pseudônimo de J. K. Rowling, chega no Brasil

0

Victor Tadeu, no Desencaixados

Em abril foi anunciado através da Editora Rocco mais um lançamento escrito pelas mesmas mãos de quem escreveu Harry Potter, e nesta semana o título foi lançado em território nacional, disponível em diversas livrarias.

Branco Letal é uma obra escrita por Robert Galbraith, outro pseudônimo de Joanne “Jo” Rowling — verdadeiro nome de J. K. Rowling — e ela gira em torno de um adolescente problemático chamado Billy, onde ele jura ter presenciado um crime, só que não contém provas o suficiente para confirmar o ocorrido. Inconformado com a situação Billy recorre ao Cormoran Strike na intenção de buscar destaques o suficiente para a investigação.

A Editora Rocco é responsável pelos lançamentos da autora no Brasil, incluindo Harry Potter e outros best-sellers que foram publicados através de pseudônimos. J. K. Rowling tornou uma escritora bilionário por causa da série juvenil.

O livro estava em pré-venda e teve a data de lançamento oficializada para o dia 11 de maio.

Nora Roberts anuncia 50° livro da série “In Death”, assinado por seu pseudônimo JD Robb

0

Victor Tadeu, no Desencaixados

Nora Roberts revelou nesta segunda-feira (13) durante uma entrevista com a EW o lançamento do 50° livro da série In Death, onde ela assina com o pseudônimo JD Robb.

Golden in Death é o nome do lançamento e conta a história da detetive de homicídios Eve Dallas investigando um assassinato com um motivo misterioso – e uma arma aterrorizante. A autora afirmou na entrevista que é um desafio cruzar com Dallas em seus livros.

Já faz 25 anos, e ainda assim eu sou desafiado e entretido toda vez que eu deslizo de volta para o mundo de Eve Dallas”, reflete Roberts. “Como uma escritora que olha para frente, é apenas em marcos como este que eu me sento e fico maravilhado com a corrida.”

A série é publicada desde 1995 e os leitores só ficam sabendo que Nora era a autora por trás do pseudônimo em 2001 após o sucesso estrondoso dos títulos. No Brasil a Bertrand, selo editorial do Grupo Editorial Record, é responsável pelo lançamento de In Death, traduzida para Série Mortal.

Nora Roberts está comemorando esse marco, pois não imaginava que chegaria tão longe com a série. Ela é muito renomada nos Estados Unidos e tem grandes histórias publicadas no Brasil, ainda na entrevista ela revelou como In Death deixou de ser uma trilogia.

A trilogia me deu a oportunidade de explorar seu crescente relacionamento além de um único livro, e de os personagens evoluírem como indivíduos”, continua Roberts. “No momento em que o terceiro livro foi publicado, eu não queria deixar ir, dizer adeus a essas pessoas ou ao mundo delas. Quando minha editora manifestou interesse em mais, eu agarrei a chance.”

Golden in Death será lançado em fevereiro de 2020, sem previsão de lançamento no Brasil.

Go to Top