Posts tagged livraria

Gatinhos circulam livremente em livraria no Canadá e podem ser adotados

0

Publicado no Bonde

Fotos de gatinhos entre livros têm feito sucesso nas redes sociais nas últimas semanas. Isso porque a livraria Books and Coffee da Otis & Clementine, localizada na Nova Escócia, no Canadá, adotou uma estratégia inovadora – e fofa – para incentivar a adoção de animais: no local, os gatos circulam livremente e os leitores podem apreciar a presença dos felinos durante a leitura de um livro.

Nas fotos, é possível observar que existe um número muito grande de gatinhos entre os livros. Por isso, a livraria inova mais uma vez: os leitores podem adotar qualquer um dos felinos que encontrar no local.

De acordo com Ellen Helmke, dona da livraria, muitos gatinhos são recolhidos das ruas, mas outros são levados até o local pelo South Paw Conservation Nova Escócia, um abrigo para animais em situações vulneráveis. Apesar de parecer fácil, adotar os gatos da livraria apresenta certa burocracia: o processo todo é gerenciado pelo South Paw Conservation e tem o custo médio de 255 dólares canadenses, o que equivale a aproximadamente 820 reais. Pode parecer muito, mas esse custo já inclui tudo (até gastos médicos!).

Em entrevista para a Global News, Helmke afirmou que as pessoas vão à livraria para ver os gatos mais do que para ler os livros. Segundo o dono, outras pessoas vão até o local por conta dos livros e descobrem a presença dos felinos, o que as encanta. Helmke conta que a taxa de adoção da livraria é de 100%.

O programa de adoção foi implantado pelo dono da livraria no último ano e, até o momento, mais de 30 gatinhos já foram adotados.

(Com informações do site Catioro Reflexivo.)

*Sob supervisão de Larissa Ayumi Sato.

Autor de ‘Game of Thrones’, R.R. Martin abre livraria

0

Publicado no A Crítica

O autor de “Game of Thrones” e produtor de televisão George R.R. Martin acrescentou uma nova função ao seu currículo, agora como dono de uma livraria. O escritor de fantasia abriu discretamente a Beastly Books, no mês passado, em Santa Fé, no Novo México, ao lado do cinema que ele reformou em 2013, informou o jornal Santa Fe New Mexican. A loja vende livros dele e de autores locais e mercadorias de “Game of Thrones”.

Martin, um antigo morador de Santa Fé, escreveu em seu blog que abriu a livraria em parte porque o saguão de sua sala de exibição, o Jean Cocteau Cinema, era pequeno demais para exibir livros de autores visitantes.

Em junho, o escritor ingressou em um coletivo de arte baseado no Novo México, conhecido como Meow Wolf. Ele atuará como “principal construtor de mundo” para uma instalação permanente dentro de casa multidimensional de Santa Fé.

Martin tornou-se mundialmente conhecido depois que sua série de romances “As Crônicas de Gelo e Fogo” inspirou “Game of Thrones”, da HBO, cuja oitava e última temporada foi ao ar em maio.

Série

Derivada da franquia GOT, a nova série “House of the Dragon” deve ser lançada na HBO Max, em maio. Inspirada no livro “Fogo & Sangue”, de George R. R. Martin, a atração se passará 300 anos antes dos acontecimentos da série original e vai focar na história da família Targaryen.

Cinco livrarias para conhecer em Nova York

0

Taynara Prado, no Casa e Jardim

Strand (Foto Divulgação)

Strand
A livraria favorita dos nova-iorquinos vive lotada e faz jus à fama de maior loja de livros de segunda mão do mundo. Disputada por moradores locais, turistas e pesquisadores, o estabelecimento possui um estoque de mais de 3 milhões de livros. Por lá você encontra edições raríssimas de títulos antigos do mundo inteiro. Localizada próxima à Union Square, é possível levar seu próprio café e se acomodar em algum espaço dos seus dois andares para ler desde best-sellers da ficção até poesia erudita.

Rizolli (Foto Divulgação)

Rizzoli
Referência em livros de design, arquitetura e interiores, a Rizzoli de Nova York é ponto de encontro dos arquitetos de Manhattan. Com decoração clássica, há quem diga que é a livraria mais sofisticada da cidade por suas estantes imponentes e ambiente silencioso. Sua sessão de livros de gastronomia conta com os títulos mais vendidos da editora inaugurada em 1964.

Bookbook (Foto Divulgação)

Bookbook
Situada no coração do bucólico bairro Greenwich Village, a BookBook é uma livraria independente com ares vintage e curadoria alternativa. Frequentada por celebridades e escritores, seus corredores são estreitos, as estantes superlotadas e os achados literários imperdíveis. A sessão infantil é parada obrigatória para quem está de passagem com crianças.

Taschen (Foto Divulgação)

Taschen
Com entrada clean e piso de cimento, a livraria da editora Taschen no bairro Soho é parada obrigatória para quem curte livros de moda, cinema, histórias em quadrinhos, viagens e sexo. No fundo da livraria, desça as escadas para conferir uma curadoria especial de fotografias e edições limitadas dos maiores clássicos da editora.

Bookmarc (Foto Divulgação)

Bookmarc
A famosa livraria do estilista Marc Jacobs é o lugar certo para quem quer investir em livros de arte. Com uma curadoria especial de design, moda e fotografia, a livraria tem ainda uma linha exclusiva de papelaria e ítens escolares personalizados. Localizada na esquina da tradicional Bleecker Street, embaixo de um prédio charmoso da década de 1950, a Bookmarc de Nova York é tão charmosa quanto suas unidades de Paris e Londres.

Flica 2018: Conceição Evaristo e Djamila Ribeiro são campeãs de venda

0

Autoras tiveram obras esgotadas durante a festa; livraria totalizou R$130 mil em vendas

Publicado no Correio 24 Horas

A filósofa Djamila Ribeiro, 38, é a autora do livro mais vendido da Festa Internacional de Cachoeira (Flica). Quem Tem Medo do Feminismo Negro? foi a obra mais requisitado pelo público que foi à cidade do recôncavo baiano e passou pela LDM, livraria oficial do evento.

A homenageada do festa, a mineira Conceição Evaristo, 71, por sua vez, foi a autora que mais vendeu livros nos quatro dias de evento – que aconteceu de quinta (11) até a manhã deste domingo (14). Sua obra que mais saiu foi Olhos D’Água. Ambas as escritoras tiveram exemplares esgotados.

Segundo balanço da gerente de eventos da LDM Luana Maldonado, a livraria registrou aumento de cerca de 30% nas vendas em comparação com a edição anterior – totalizando mais R$ 130 mil no caixa.

“A nossa avaliação da oitava edição da Flica é super positiva. Além de termos ampliado a equipe nesse ano, tivemos uma kombi intinerante na frente da Fliquinha (que recebe a programação infantil do evento), o que também fez com que nossas vendas dos livros para a criançada aumentassem”, avaliou.

Já pensou em se hospedar em uma livraria antiga ou em uma mercearia vintage? Se você vai à Paris, confira esses lugares incríveis

0

Criada para valorizar a cultura local, a Paris Boutik conta com lugares que misturam cultura e conforto, proporcionando uma experiência única aos hóspedes.

Mariana no Folow the Colours

Esse tipo de acomodação o Airbnb não tinha previsto. Se você vai à Paris ou tem planos de ir um dia, que tal se hospedar em um local inusitado, que transborda cultura? Agora os visitantes da Cidade Luz podem dormir em uma livraria ou em uma antiga mercearia!

A famosa Shakespeare and Company, próxima à catedral Notre Dame, pode ser considerada a pioneira nesse ramo. Em 1919, quando foi fundada por Sylvia Beach, além de vender títulos estrangeiros, a livraria parisiense servia como uma espécie de pousada para artistas e escritores perambulantes.

De acordo com George Whitman, que comprou a livraria após a morte de Beach, o local abrigou mais de 40.000 pessoas em seu quartinho no andar de cima. Mas hoje, quase cem anos depois da fundação da Shakespeare and Company, um outro espaço começa a oferecer o mesmo serviço em Paris.

Criada por David Lecullier, a Paris Boutik é uma empresa de hotéis, mas não de qualquer tipo. De acordo com o site da empresa, eles são o primeiro boutique hotel com quartos independentes espalhados por Paris. O conceito de boutique hotel refere-se a uma hospedagem de charme ou exclusiva, focada no design, arte e interatividade.

Com a ideia de transformar locais antigos que não são mais ocupados, a Librairie du Marais é um das acomodações exclusivas da Paris Boutik, localizado no descolado bairro do Marais. Com mais de 4.500 livros, entre eles títulos raros e antigos e decorações de arte de comic books, este pode ser o paraíso dos amantes de livros.

LIBRAIRIE DU MARAIS

Segundo David Lecullier, a ideia do empreendimento é conservar lugares característicos de Paris, valorizando os bairros, evitando negócios fechados e mantendo as peculiaridades de cada estabelecimento, dando um toque totalmente único às novas hospedarias. É como misturar o luxo de um hotel com a privacidade de um Airbnb.

Uma outra opção, ainda da Paris Boutik, é o L’Epicerie, uma antiga mercearia (loja vintage de comida) convertida em uma suíte duplex com outro quarto separado, no bairro Bastille, a 150 metros da estação Gare de Lyon. A decoração com latas e rótulos vintage é um bônus para os apreciadores da gastronomia.

L’EPICERIE

Na L’Epicerie, além da cama há uma sofá cama que pode acomodar mais pessoas. Já na Librairie du Marais, além do quarto com cama há também uma pequena cozinha com utensílios básicos e um microondas. As duas locações contam com banheiro privado.

E aí, já está sonhando em se hospedar em algum desses lugares incríveis? Qual desses você escolheria?

 

Para saber mais, é só acessar o site oficial da Paris Boutik e conferir valores e todas as outras informações.

Go to Top