notícias

Rei Arthur terá série de TV inspirada em livros do escritor Bernard Cornwell

0

Publicado em Nos Bastidores

Foi anunciado pelo Epix a ideia de fazer uma série de TV inspirada na trilogia “The Warlord Chronicles”, do escritor Bernard Cornwel que conta a história do lendário Rei Arthur.

A emissora fez o anúncio em conjunto com outras produções que estarão em sua grade de programação original. A adaptação para a TV da série de Cornewell receberá o nome de O Rei do Inverno, nome do primeiro livro do autor.

A sinopse do livro diz: “O Rei do Inverno contará a saga mítica do rei Arthur. Comandado pela equipe de produção por trás de The Night Of e His Dark Materials, o drama adaptará a trilogia de romances arturianos de Bernard Cornwell, The Warlord Chronicles. No primeiro livro, Derfel Cadarn, um ex-guerreiro que jurou Arthur e agora é um monge idoso, conta a história de como Arthur se tornou senhor da guerra na Idade das Trevas, na Inglaterra, apesar da ilegitimidade do trono.”

Não há previsão de estreia para a série do Rei Arthur

Suzane Richthofen aciona STF após se irritar com livro sobre assassinato

0

Publicado em A Gazeta

Suzane von Richthofen conseguiu ler o livro “Suzane – Assassina e Manipuladora”, de Ulisses Campbell, no último fim de semana, mas a bonita ficou irritada com tudo o que está na obra, segundo informações do colunista Amaury Jr.

Ao colunista, o autor confidenciou que um dos principais trechos que revoltou Suzane foi o capítulo 10, em que estão divulgados alguns laudos do caso. O capítulo diz: “Nesses processos, os especialistas a descrevem com adjetivos típicos de vilã de novela: manipuladora, dissimulada, egocêntrica, infantilizada, simplista, insidiosa, narcisista, além de ter agressividade camuflada. Ainda segundo esses pareceres, a criminosa utiliza procedimentos primitivos e pouco elaborados na vida, tem fantasia de onipotência e é desvalorizadora do ser humano”.

Suzane achou o livro que fala do planejamento que ela mesma fez para matar seus pais, Manfred e Marísia von Richthofen, ofensivo, de acordo com Amaury Jr, e recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que a publicação fosse recolhida das livrarias.

“A publicação do livro afronta a própria Administração da Justiça e o Poder Judiciário, pois a publicação se utiliza de dados obtidos de processo de execução penal em tramitação sob segredo de justiça e trechos de laudos médicos psiquiátricos e psicológicos acobertados pelo sigilo profissional”, alegou Suzane por meio da Defensoria Pública de São Paulo.

Segundo o colunista, o STF não aceitou os pedidos da herdeira e o lançamento e comercialização do livro estão mantidos.

A Metade Sombria será próximo livro de Stephen King a virar filme

0

Imagem: Reprodução

Publicado no UOL

A febre por adaptações de Stephen King continua ditando grandes projetos em Hollywood. Segundo o Deadline, a MGM vai bancar um novo longa inspirado em A Metade Sombria, livro de King que já foi transportado para os cinemas em 1993.

Alex Ross Perry, diretor e roteirista responsável por filmes como Cala a Boca Philips (2014) e Her Smell (2018), vai comandar e escrever a produção. Sua responsabilidade é substituir o mestre do terror George A. Romero, que dirigiu a adaptação original.

Em 1993, Timothy Hutton (vencedor do Oscar por Gente Como a Gente) interpretou Thad Beaumont, um escritor razoavelmente bem-sucedido que esconde um segredo: sob o pseudônimo de George Stark, ele também escreve livros de terror que vendem muito melhor do que os seus.

Quando a dupla identidade é descoberta, Beaumont zomba da situação e, junto à esposa, resolve “enterrar” Stark em uma cerimônia simbólica. É quando o pseudônimo ganha vida e começa a matar todos envolvidos na enganação.

Curiosamente, King escrever A Metade Sombria como resposta à revelação que ele mesmo tinha um pseudônimo: Richard Bachman, nome com o qual assinou alguns best-sellers de suspense.

Autora de livros de World of Warcraft, Christie Golden estará na CCXP19

1

Rafael Romer, no The Enemy

Christie Golden, escritora da Blizzard e autora de obras inspiradas Star Trek, Star Wars, Assassin’s Creed e World of Warcraft, teve sua presença confirmada na CCXP19 nesta quinta-feira (21).

A escritora norte-americana participará do painel “Criando os mundos da Blizzard”, onde falará sobre o universo de World of Warcraft, sua experiência como escritora sênior no time de desenvolvimento criativo da Blizzard Entertainment e sobre o aniversário de 25 anos da franquia.

No debate, a autora convidará o público a mergulhar no vasto mundo do jogo, com detalhes sobre seu trabalho e dos mais de dez livros de sua autoria sobre a franquia. O painel acontecerá no sábado, 07 de dezembro, no Auditório Ultra.

A CCXP19 acontece entre os dias 05 e 08 de dezembro, no São Paulo Expo, em São Paulo.

Segunda temporada de ‘A Amiga Genial’ estreia em 2020

0

Série baseada nos livros de Elena Ferrante é exibida no Brasil pela HBO

Publicado no Correio 24Horas

As filmagens da segunda temporada da série “A Amiga Genial” já se encerraram na Itália. Serão nove episódios adaptando o segundo livro da tetralogia escrita por Elena Ferrante, “História do Novo Sobrenome”. A estreia será somente em 2020. No Brasil, a transmissão da série é pela HBO.

Os livros contam a história de duas amigas, Lenù e Lila, desde a infância até a idade adulta. Na nova temporada, além de Nápoles, cerne dos livros e da série, as filmagens aconteceram também em Caserta, Ischia e Pisa.

Na fase da adolescências, as duas amigas são vividas pelas atrizes Gaia Girace e Margherita Mazzucco.

A série é produção conjunta da HBO com a Rai Fiction. O italiano Paolo Sorrentino e a americana Jennifer Schuur são os produtores executivos.

Go to Top