celebridades

Paulo Coelho revela que estava escrevendo livro com Kobe Bryant

0

Publicado na IstoÉ

Entre as personalidades que lamentaram a morte de Kobe Bryant, um dos maiores jogadores de basquete da história, está o escritor Paulo Coelho. Em sua mensagem, o brasileiro revelou que estava escrevendo um livro para crianças em parceria com o astro e afirmou que iria “deletar o rascunho” após a trágica notícia.

“Você era mais do que um grande jogador, querido Kobe Bryant. Eu aprendi muito interagindo com você. Vou deletar o rascunho agora, esse livro perdeu a razão de existir”, escreveu Paulo Coelho em sua conta no Twitter.

A publicação do escritor conta com mais de dezenas de milhares de interações. Entre os comentários estão pedidos para que ele publique o livro. “Talvez fosse uma maneira de honrá-lo se você ainda o escrevesse. Mas somente se você tiver vontade”, disse um dos fãs.

“Dê tempo suficiente à esposa para lamentar e então deixe-a decidir. Oro para que haja compaixão para não forçá-la a tomar decisões prematuras neste momento inacreditavelmente difícil de ter perdido o marido e a filha. Estou até surpreso que isso seja publicado”, comentou outro internauta.

Em 2016, o astro do basquete já havia afirmado que tinha o sonho de fazer um livro voltado para crianças e teria entrado em contato com Paulo Coelho. Depois disso, o ex-jogador e o escritor não comentaram sobre o desenvolvimento do projeto.

Antes de morrer, Bryant chegou a lançar dois livros. O “Mamba Mentality”, que comenta sobre a preparação para o jogo, e o “Wizenard Series”, uma série contando a história de cinco jovens jogadores de basquete.

Emma Watson espalha cópias do livro Adoráveis Mulheres pelo mundo para celebrar o lançamento da adaptação

0

O filme só chega aos cinemas brasileiros em janeiro

Publicado no Exitoína

Para celebrar o lançamento do filme Adoráveis Mulheres nos Estados Unidos, Emma Watson espalhou cerca de duas mil cópias do livro Little Women, clássico escrito por Louisa May Alcott, em 38 países.

A ação é uma parceria com o The Book Fairies, clube que espalha livros pelo mundo com o intuito de conquistar mais leitores. As pessoas que encontrarem as diferentes edições podem levá-las gratuitamente e ainda conferir as anotações e comentários escritos por Emma.

A atriz foi fotografada por diferentes lugares de Londres, espalhando livros por memoriais de mulheres de grande impacto no mundo. Watson deixou cópias nas estátuas de Noor Inayat Khan e da cantora Amy Winehouse, e nos memoriais de Agatha Christie e das mulheres da Segunda Guerra Mundial.

Emma é uma das protagonistas da adaptação dos livros espalhados. O elenco ainda conta com Meryl Streep, Laura Dern, Florence Pugh, Saoirse Ronan e Timothée Chalamet.

O filme dirigido por Greta Gerwig chega aos cinemas brasileiros em 9 de janeiro.

https://twitter.com/i/status/1206268713034485762

Quentin Tarantino revela que está escrevendo livro sobre veterano da Segunda Guerra

0

O cineasta Quentin Tarantino – Reprodução/YouTube

Cineasta revelou a novidade em conversa com o colega Martin Scorsese

Publicado no Exitoína

Muito se especula sobre o próximo, e possivelmente último, filme do cineasta Quentin Tarantino. Mas, antes de começar a gravar o sucessor de Era Uma Vez Em… Hollywood, o diretor deve apostar na carreira como escritor.

Numa conversa com o colega Martin Scorsese para a revista do Sindicato de Cineastas dos EUA, Tarantino revelou que está escrevendo um livro, focado num veterano da Segunda Guerra Mundial.

De acordo com ele, a história será ambientada nos anos 1950, pouco depois do homem ter voltado da guerra. “Tem esse personagem que esteve na Segunda Guerra Mundial e viu muito sangue derramado lá. Agora, ele está de volta em casa, e são os anos 1950 e ele não se relaciona mais com os filmes”, explicou.

“Ele acha que os filmes são infantis, depois de tudo que ele passou”, contou Tarantino sobre a história. “E, de repente, ele começa a ouvir falar de filmes estrangeiros de Kurosawa e Fellini… E então ele pensa, ‘bem, talvez eles tenham algo a mais que essas coisas de Hollywood.”

O cineasta não revelou, porém, quando o livro deverá ser lançado. O diretor também não mencionou nada sobre o seu 10º e talvez último filme, que pode ser um novo longa de terror, uma sequência para Kill Bill ou um filme da franquia Star Trek.

Lupita Nyong’o será protagonista de série baseada em livro de Chimamanda Ngozi Adichie

0

Produção será exibida na HBO Max, futuro serviço de streaming da Warner Media

Publicado na Jovem Pan

“Americanah”, um dos livros de maior sucesso da escritora Chimamanda Ngozi Adichie, vai virar série. A informação foi divulgada neste sábado (14) pelo site “Deadline”, que afirma ainda que a protagonista será a atriz Lupita Nyong’o.

Segundo a publicação, a produção será exibida na HBO Max, futuro serviço de streaming da Warner Media. Danai Gurira — que também esteve em “Pantera Negra” — será a roteirista e produtora executiva.

“‘Americanah’ tem sido um projeto de paixão para mim desde que li o belo romance de Chimamanda em 2013. É um conto que é ao mesmo tempo oportuno e atemporal. A HBO Max é o parceiro perfeito para dar vida a essa história profunda e célebre, e estou emocionado que Danai traga ao projeto sua inteligência e compreensão das histórias e do mundo de ‘Americanah’”, disse Nyong’o sobre o projeto.

Os 4 livros que Bill Gates está lendo em setembro

0

Foto: REUTERS/Charles Platiau

Publicado no Yahoo Finanças

Bill Gates, um dos homens mais ricos do mundo, líder de projetos de sustentabilidade e de filantropia e fundador da Microsoft, é também um amante da leitura, assim como outros bilionários mundo afora.

Em uma recente entrevista ao Wall Street Journal, Gates falou sobre seus hábitos de leitura. O bilionário diz que tenta ler um livro por semana, chegando a 50 títulos por ano, e que atualmente está lendo quatro obras ao mesmo tempo.

De trabalhos de não-ficção ao romancista David Foster Wallace, estes são os livros que Bill Gates está lendo em setembro.

Graça Infinita, de David Foster Wallace

Gates disse ao WSJ que pretende ler “todas as palavras” escritas pelo premiado David Foster Wallace antes de entrar em uma de suas obras mais famosas, “Graça Infinita”. “Eu não começo livros sem terminá-los, então começar um livro de 1.600 páginas com enormes notas de rodapé é assustador mesmo para um leitor ambicioso”, disse o bilionário.” Existem livros como esse que circulam pelo mundo várias vezes antes que eu chegue a abri-los.”

Prepared: What Kids Need for a Fulfilled Life, de Diane Tavenner

Os livros que mais despertam o interesse de Bill Gates são de não-ficção e focados em temas tratados pela Fundação Bill & Melinda Gates. “Prepared”, que ainda não foi lançado no Brasil, é um deles. O livro conta a histórias de um novo modelo de escola pública nos EUA que ensina crianças habilidades e conhecimentos úteis para o dia a dia, em vez de informações cobradas em vestibulares.

Loonshots, de Safi Bahcall

Acostumado com ideias “malucas”, como a de recriar os vasos sanitários e a de erradicar a malária, Bill Gates encontra em “Loonshots”, de Safi Bahcall, um estudo sobre como inovações jamais pensadas pela humanidade podem ser criadas da noite para o dia e cultivadas em um grupo de pessoas. O livro também não foi lançado no Brasil.

These Truths – A History of the United States, de Jill Lepore

Existem muitos livros sobre a história dos Estados Unidos e Bill Gates já leu muitos deles, mas sua atual referência é esta obra de escritora norte-americana Jill Lepore, conhecida no Brasil como a autora de uma biografia do criador da Mulher-Maravilha. “These Truths” tenta desmistificar momentos da história do País com uma análise crítica, da chegada de Cristóvão Colombo ao continente americano à política de imigração do governo estadunidense.

Go to Top