Vitrali Moema

Posts tagged videos

As irmãs iraquianas que estão reconstruindo a biblioteca de Mossul, destruída pelo EI

0

Moradores de Mossul, no Iraque, tentam reconstruir a cidade depois dos horrores da guerra – entre 2014 e 2017, a terceira maior cidade do Iraque esteve em poder do grupo autodenominado Estado Islâmico.

Publicado na BBC Brasil

A cidade só foi libertada do domínio dos extremistas depois de nove meses de guerra, entre 2016 e 2017. A ONU (Organização das Nações Unidas) diz que a reconstrução vai custar um bilhão de dólares e levar muitos anos.

Mas duas irmãs estão tentando restaurar uma parte da cidade que é especialmente importante para elas: a biblioteca da universidade.

Estudantes de medicina, Farah e Rafal coletaram livros de diversas partes do país ainda durante o domínio do EI e começaram uma nova coleção para a biblioteca.

“No futuro, quero ter orgulho de dizer que ajudei a reconstruir a cidade”, diz Farah.

A biblioteca da Universidade de Mossul era a maior da cidade e funcionava como uma espécie de polo de conhecimento antes de ser usada como base para o EI, que a incendiou antes de ser expulso da região.

 



Não pode ir a Paraty? Flip põe suas mesas no YouTube

0
Paraty, Rio de Janeiro, recebe nova edição da Flip (//Getty Images)

Paraty, Rio de Janeiro, recebe nova edição da Flip (//Getty Images)

 

Organização do evento disponibiliza o áudio das discussões na íntegra em seu canal oficial na rede social

Publicado na Veja

Para quem não pode ir a Paraty conferir de perto a Flip 2017, a organização do evento tem um pequeno tesouro: os áudios, na íntegra e com tradução no caso de debates com convidados estrangeiros, das mesas desta edição estão reunidos no canal oficial da festa no Youtube.

Os vídeos não entram no ar tão logo terminam as mesas — até porque, quem já foi a Paraty sabe bem, a internet por lá não é exatamente a jato. Mas, no início da noite desta sexta-feira, já estavam disponíveis todas as mesas realizadas até as duas da tarde — a mesa de abertura, sobre Lima Barreto, na quarta, as mesas de quinta e a primeira de sexta. Confira aqui a programação completa desta edição da Flip.

Vale lembrar que, para quem quiser assistir às meses ao vivo, a festa também oferece streaming, em seu site.

Confira, abaixo, a mesa de abertura, com Lázaro Ramos e Lilia Schwarcz:

Aqui, o exemplo de uma mesa com convidado estrangeiro, a escritora tutsi Scholastique Mukasonga, de Ruanda, com áudio traduzido:

7 cursos online para quem gosta de literatura

0
Na web, você também pode aprender sobre literatura (Foto: Ginny/Flicker/Creative Commons)

Na web, você também pode aprender sobre literatura (Foto: Ginny/Flicker/Creative Commons)

 

Edson Caldas na Galileu

Você nem precisa estar em época de vestibular: se curte literatura, estudá-la é o máximo. E que tal fazer isso sem sair de casa? Diversas instituições e até professores independentes disponibilizam vídeos gratuitos na web. Selecionamos sete alternativas para você:

Literatura, AulaDe.com.br
Material disponibilizado por um projeto educacional de professores brasileiros que querem democratizar o conhecimento por meio de aulas gratuitas.

Professor Wallace
O canal apresenta comentários e reflexões sobre língua portuguesa, literatura brasileira e redação para vestibulares.

Literatura, Aulalivre.net
Ministradas por Greice Cunha, as oito aulas ajudam a fixar e compreender conteúdos básicos da área.

Introdução à Teoria Literária, Yale
As 26 aulas ministradas por Paul H. Fry ajudam a dar o pontapé inicial para quem quer se aventurar por Teoria Literária. O curso aborda temas como semiótica, linguística e a construção institucional do estudo literário. Legendado em português.

Dante Alighieri e a Divina Comédia, Yale
Quer saber tudo sobre o poema épico de Dante Alighieri? Assista as 23 aulas de Giuseppe Mazzotta. O conteúdo é legendado em português.

Palavras, palavras, palavras!, TED
Uma seleção de palestras bem interessantes envolvendo literatura. Tem “Como a linguagem transformou a humanidade”, de Mark Pagel, “tc mata a linguagem. OMG!!!”, de John McWhorter, e muitas outras. Legendado em português.

Cervantes’ Don Quixote, Yale
As aulas comandadas por Roberto González Echevarría facilitam uma leitura aprofundada de Don Quixote, situando seu contexto artístico e histórico. Em inglês.

Artista cria réplica da versão dos livros do Trono de Ferro

0

trono_ferro_game

Ana Carol Alves, no Game of Thrones BR

O Trono de Ferro, símbolo mais importante do sistema político em Westeros, se tornou um dos grande ícones da televisão por conta da série da HBO. E como bem sabemos, o trono retratado na série é um retrato muito romântico da versão dos livros.

Não é o trono que vejo enquanto estou escrevendo ‘The Winds of Winter’. Não é o trono que quero que meus leitores vejam. O trono descrito nos livros é grandioso, pesado, negro e retorcido, com degraus de ferro na frente, o assento alto em que o rei olha de cima todos na corte. Meu trono é uma fera que ameaça a sala do trono, feio e assimétrico. O trono da HBO não é nada disso. É grande, sim, mas nem perto do tamanho que descrevo nos livros. E por um bom motivo. Temos um grande set da sala do trono em Belfast, mas nem de perto grande o suficiente para comportar a sala do trono como a imaginei (…) O Trono de Ferro dos livros não passaria nem pelas portas do Paint Hall [estúdio onde a série é gravada]”, escreveu George R. R. Martin em seu blog.

A versão oficial dos livros ficou por conta do artista Marc Simonetti e ela ilustra a enciclopédia O Mundo de Gelo e Fogo, além dos calendários da saga.

Mas ela acaba de ganhar uma versão em carne e osso. O designer D. Schuyler Burks criou uma série de vídeos onde irá desenvolver réplicas de cadeiras famosas da cultura pop. Na última semana, ele divulgou este vídeo onde mostra o trabalho inspirado no Simonetti:

Canal no YouTube faz resumos de livros clássicos em 1 minuto

0
Cena do filme Dom Casmurro

Cena do filme Dom Casmurro

Publicado no Catraca Livre

O canal Temos Histórias, comandado por Rafael Bicalho, de Brasília, tem como objetivo estimular a literatura entre jovens. Por isso, de forma divertida e didática, ele faz resumos de livros clássicos em vídeos de até 1 minuto.

A ideia é muito simples. Todos os vídeos são gravados no celular, na frente de uma parede branca e têm 60 minutos de duração. Para aproximar as pessoas, animações ajudam a contar as histórias com mais descontração.

Obras clássicas, que ocupam as listas de leitura obrigatória das maiores universidades do país, estão disponíveis em vídeos no canal. “Dom Casmurro”, “Triste Fim de Policarpo Quaresmo” e “A Hora da Estrela” são alguns exemplos.

Lembrando que a assistir aos resumos não substitui a leitura dos livros indicados. A ferramenta serve para fixar melhor a história em sua totalidade.

“O maior medo era que nossos vídeos recebessem muitos comentários negativos, já que o spoiler quase nunca é recebido com bons olhos”, contou Rafael. O que é acontece é o contrário, as pessoas não ficam incomodadas.

Além de dar uma mãozinha para vestibulando desesperados, o canal é incentiva a leitura. “Saber que estamos estimulando as pessoas que não sabiam como ler era legal a encherem suas estantes com livros clássicos nos deixa muito felizes”, disse o youtuber.

Além de livros para exames, Rafael Bicalho também já fez vídeos de fenômenos entre os jovens e de obras internacionais renomadas, como “Dom Quixote”, “Jogos Vorazes”, “Romeu e Julieta”, “Crepúsculo” e mais.

O projeto começou a partir do site do Temos Histórias, uma iniciativa de economia colaborativa em que novos escritores têm a chance de publicar seus livros digitalmente e começar a lucrar com a literatura. Conheça mais clicando aqui.

Go to Top